CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 16 DE FEVEREIRO DE 1999
SAMBAS-ENREDO DO GRUPO ESPECIAL DA CAPITAL

 
IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA
  
“A Visita de Dona Leopoldina ao Reino da Sbórnia”

(Compositores: Nego Izolino e Nego Paródia. Intérprete: Porto Alex)

Zumbiu, oi zumbiu e numa grande explosão
Virou dia da kapunga, oi!
Nasceu uma nação, eu naveguei
Com Dona Leopoldina naveguei
E desembarquei na Sbórnia

Com a comitiva dessa minha Imperatriz
Um ancoradouro no Guaíba eu achei
Kraunus Sang, o embaixador
Organizava nossa recepção
No grande baile da irmandade
Entre personalidades apresentava
Satolep, o barão

Essa mistura de raças... em profusão
O gringo, o negro, 
o gaúcho... e o alemão (BIS)
Descobriram que a Sbórnia é aqui
E num repente aportaram 
no Lami... com a gos

Celebrando a amizade entre as pátrias
Fazendo a corte balançar de emoção
Pletskaia já dançava o copérnico
Nos lares da Sbórnia emocionava 
essa canção

O povo vivia na mais santa paz
Com as novelas mexicanas na TV
Vivendo dia-a-dia o lixo cultural (BIS)
E tudo é festa neste nosso Carnaval
  
Bravoriginalíssimo!
São 15 anos de sucesso... eu sou feliz (BIS)
Só alegria no São Pedro
Com tangos e tragédias
Na passarela vou sambar com a Imperatriz

 
 
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil