CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUARTA-FEIRA, 28 DE FEVEREIRO DE 2001

Brilho e minúcias enfeitam a avenida




14BRILHO.jpg A União da Tinga caprichou nos detalhes e se apresentou com mil componentes


Cantando o samba-enredo 'Brilha no Céu a Luz da Esperança', a Academia de Samba União da Tinga abriu o desfile do Grupo Intermediário A abusando do brilho e do capricho nos mínimos detalhes. Como propunha o tema, anunciar profundas modificações, o show começou com a comissão de frente trazendo um bonito efeito de cores e com carros alegóricos criativos. A disposição foi constante e a escola mostrou ainda uma variedade de alas, com destaque às baianas.

No ano em que completa sua décima participação nos desfiles oficiais de Porto Alegre, a escola chegou com tudo para manter a atual colocação no Intermediário A, recém-obtida com a vitória no Grupo B em 2000. Com aproximadamente mil componentes na avenida, a União da Tinga também teve como diferencial a empolgante bateria e seus puxadores de samba, que não perderam a animação nem mesmo quando chegaram à área da dispersão. A entidade amarelo, vermelho e verde apresentou um carro a mais que o exigido pelo regulamento para a categoria, aumentando a confiança dos integrantes da escola e da torcida que ocupava as arquibancadas e vibrava.

A Império da Zona Norte, escola porto-alegrense do bairro Navegantes, chegou à passarela para anunciar a Era de Aquárius. Os cerca de 800 integrantes da escola priorizaram os tons de branco e amarelo e profetizaram o início do século XXI como um tempo de renovação. O enfoque levado ao desfile foi o de começar um novo milênio trocando a razão e a ciência por sentimento, emoção, prazer e liberdade. Um dos mais bonitos carros alegóricos, todo em vermelho intenso, tinha como tema o amor, e seus enfeites formavam juntos um grande coração.

Com a Embaixadores do Ritmo, o público pôde relembrar os momentos mais importantes da carreira e da obra do cantor e compositor Tim Maia. Ironias carinhosas, como a velha pergunta 'será que ele vem?', estavam presentes no samba-enredo, nos carros alegóricos e até nas interpretações dos componentes. Guaraná, suco de caju e goiabada, os preferidos do artista, foram distribuídos em plena avenida para a platéia nas arquibancadas e nos camarotes. 'Do Leme ao Pontal, Embaixadores Canta Tim Maia' lembrou figuras típicas do povo carioca, aqueles que passeiam diariamente pela orla da Cidade Maravilhosa.



Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil