CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 1º DE MARÇO DE 2001
Tinga e Imperadores na disputa

14TINGA91.jpgAs máscaras, tema do enredo, estiveram presentes em todo o desfile da Restinga

A Imperatriz Leopoldinense vence no Rio e é tricampeã. A Beija-Flor é vice. Em Porto Alegre, o Grupo Especial deu show de beleza e espera o resultado nesta tarde.

O desfile das escolas de samba do Grupo Especial, na última noite da festa popular em Porto Alegre, iniciou pontualmente às 21h de terça-feira e deixou o público eufórico e satisfeito com o que assistiu. A Academia de Samba Praiana, primeira a desfilar, cantou 'Eu Qero É Mais...' e foi acompanhada pela maioria do público. A Unidos da Vila Isabel foi a segunda a entrar na avenida, causando verdadeiro furor nas arquibancadas, pois contou com a presença do ator Luciano Szafir. A Acadêmicos de Gravataí, com o tema-enredo 'Do Universo Infinito, em Vermelho, Preto e Branco Fez-se a Luz', apresentou a história da criação da luz, desde o fogo até a energia elétrica.

A Estado Maior da Restinga arrasou com o seu carnaval-espetáculo, ao mostrar a magia das máscaras, exibidas pelos seus 2,5 mil componentes. A Imperatriz Dona Leopoldina levou o erudito à folia de Momo, homenageando os 50 anos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). O rugir dos leões da Imperadores do Samba, seguido pelo tradicional grito de guerra, marcou o início da apresentação da escola. A imensa torcida vermelho e branco cantou 'Zanzibar, a Ilha das Especiarias'. Encerrando a noite, a União da Vila do IAPI retratou a cultura da Espanha, com toureiros e dança flamenca.
 
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil