CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, DOMINGO, 10 DE FEVEREIRO DE 2002
Escolas


 

FIDALGOS E ARISTOCRATAS - Grande campeã do Grupo de Acesso no ano passado, a escola comemorou em grande estilo a passagem dos seus 50 anos. A velha guarda da entidade, que em 2001 desfilou na comissão de frente em trajes de gala, promete voltar e fazer bonito na avenida. Com o samba-enredo 'Que Reino é Este? Que Rei Eu Sou? Em Que Terra Estou? ', a escola vai mostrar a imagem de um mundo melhor.

IMPERATRIZ LEOPOLDENSE - É a mais nova escola de samba do carnaval de Porto Alegre, fundada em São Leopoldo, em 15 de abril de 1995. No ano passado, com 800 integrantes, conquistou a terceira posição no Grupo B, um resultado melhor do que em 2000 quando ocupou a sexta colocação. Com o samba-enredo 'Professor Ruy Carlos Ostermann - Antes de mais nada um cidadão leopoldense' a escola pretende subir alguns degraus este ano e conquistar mais carnavalescos na Capital.

AREAL DA BARONESA - A escola, que já fez parte do Grupo A, foi rebaixada no carnaval de 2000. No ano passado, nova decepção: seus 900 integrantes tiveram que se contentar com o sexto lugar. Em 2002, promete ficar entre as favoritas. Para isso, conta com a popularidade do samba-enredo 'No labirinto da noite', que fará um passeio pela noite de Porto Alegre, mostrando boêmios, bares, danceterias e boates.

PROTEGIDOS DA PRINCESA ISABEL - Representante da região Metropolitana de Porto Alegre, a escola, nascida em Novo Hamburgo, em 24 de novembro de 1969, ingressou nos desfiles oficiais apenas em 1993. Seu histórico mostra que a equipe tem transitado entre o Grupo de Acesso e o B. Porém, nos últimos três anos, vem surpreendendo a torcida. Em 1999 conquistou o terceiro lugar no B, em 2000, a segunda colocação, resultado este que repetiu no ano passado. A expectativa dos dirigentes para o desfile de 2002, diante dos bons resultados, é chegar à vitória.

IMPÉRIO DA ZONA NORTE - A escola tem como madrinha a Imperadores do Samba e como símbolo também os dois leões e a coroa real. Com 800 integrantes, foi criada em 20 de março de 1975, adotando como cores predominantes o amarelo, prata e branco. Em 1996 foi para o Grupo Especial, onde ficou até 1999. Em 2000, ocupou a sexta posição no Grupo A e no ano passado acabou sendo rebaixada para a Categoria B. Com o tema-enredo 'Um sonho entre o povo e o mar', a escola quer agora virar o jogo e levar para casa a taça de campeã do carnaval 2002.

MOC. IND. LOMBA DO PINHEIRO - A escola foi fundada pela comunidade da Lomba do Pinheiro, em 5 de março de 1985, e hoje já conta com cerca de mil integrantes. O símbolo que representa os seus foliões e carnavalescos é uma pomba entre dois pinheiros, escolhida para representar a paz e homenagear o bairro. No ano passado, ficou com a quinta colocação. Neste carnaval traz para a avenida o samba-enredo 'No Carnaval dos carnavais, nem tudo que reluz é ouro', prometendo fantasias luxuosas, alegorias imponentes e a classificação entre as melhores.

OS FILHOS DA CANDINHA - Tem em sua história uma bagagem de quatro anos no Grupo Especial, entre 1996 e 1999, quando, atingida por crise financeira, amargou dois rebaixamentos consecutivos até chegar ao Grupo B em 2001. O desfile do ano passado mostrou que a escola ainda não se recuperou dos problemas e conseguiu apenas a quarta colocação. Fundada em 26 de novembro de 1980, a escola possui cerca de 950 integrantes. Este ano, o samba-enredo falará sobre a lenda do Rei Midas, da Grécia antiga, que transformava em ouro tudo que tocava. Um condor com duas cabeças é o símbolo da escola do bairro Partenon.
 
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil