CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, SÁBADO, 25 DE FEVEREIRO DE 2006

Escolas do Especial testam novo dia na avenida
Com a mudança, data coincidirá com o já consagrado desfile de São Paulo e pode ofuscar a apresentação, que tradicionalmente ocorria na noite de terça-feira




As escolas do Grupo Especial abrem hoje o Carnaval no Complexo Cultural do Porto Seco. A inovação integra as mudanças propostas pelo Conselho de Presidentes. Na noite da elite, a disputa tem um 'tempero' diferente: não haverá rebaixamento neste ano. A União da Vila do IAPI é a primeira escola a desfilar, levando um sonho de fantasia para a avenida. Por intermédio do tema 'Sou rei por um dia', a agremiação vai dar espaço para reis e rainhas, incluindo as majestades da cultura popular, entre elas o 'rei da cocada preta' e os 'reis do futebol'. As divindades religiosas também terão vez em uma de suas cinco alegorias. A escola leva 1,8 mil componentes para a avenida.

Na seqüência do desfile, apresenta-se a Imperatriz Dona Leopoldina, que festejará seu 25º aniversário. A escola escolheu como tema sua própria trajetória, contada pela musa inspiradora e personagem principal da festa, a imperatriz Dona Leopoldina. A história será retratada em cinco carros alegóricos e em 17 alas, totalizando cerca de 1,7 mil sambistas. O carro abre-alas representará a chegada da imperatriz no Brasil.

'É disto que o povo gosta' foi o tema escolhido pelos Bambas da Orgia - terceira a desfilar. A escola vai contar a origem da bebida em alguns países, como o champanha na França, a cerveja na Alemanha, o uísque na Escócia, a vodca na Rússia, a tequila no México e a cachaça no Brasil. Um tema descontraído que será contato em cinco alegorias. Os 1,5 mil componentes estarão divididos em 13 alas.

Retornando à Categoria Especial neste Carnaval, a Império da Zona Norte será a quarta a desfilar contando a trajetória do líder comunitário Jaques Machado, o Jacão. Os carnavalescos prometem unir samba e fé, destacando a Festa dos Navegantes. A Sociedade Gondoleiros também estará no enredo assim como o Carnaval de 1982, quando a Império foi campeã com o tema 'Contatos Imediatos'. E para isso, levará uma nave espacial ao Porto Seco. São 1,5 mil componentes divididos em 13 alas.

A atual campeã do Especial renderá uma homenagem aos 75 anos da Ordem dos Advogados do Brasil. No enredo, a Estado Maior da Restinga dará uma rápida passada no início do Império, cruzando pela Bossa Nova até chegar no presidente Getúlio Vargas. A transformação política e econômica dos anos 40 e 50 também faz parte do espetáculo que será contato em cinco alegorias. O abre-alas, com 30 metros de comprimento e 11 metros de largura, é uma das surpresas que a escola preparou para o público.

A Imperadores do Samba buscou inspiração no sobrenatural. O tema 'Assim caminha a humanidade' foi psicografado e fala sobre o espiritismo. Em sua performance, a vermelho-e-branco abordará a criação do homem, os credos da antigüidade e os ensinamentos de Alan Kardec e Chico Xavier. Com este enredo de fé, a escola pretende reencontrar o caminho da vitória.

O fabuloso vôo do beija-flor no Carnaval do Encantamento é o tema da Academia de Samba Praiana, que iniciará seu desfile ao amanhecer do domingo. O enredo enfocará os carnavais da Beija-Flor de Nilópolis, com ênfase nos principais desfiles da escola carioca.

As sete agremiações investiram R$ 1,6 milhão para o Carnaval deste ano que, por enquanto, é uma incógnita. A mudança de data - de terça para sábado levou o Especial a competir com os já consagrados carnavais do Rio e São Paulo. Se a novidade vai beneficiar as entidades ou não só o tempo dirá.




Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil