CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2008
 
Rio Grande tem duas favoritas ao título do Especial
 
A bicampeã Unidos do Mé e a vice-campeã de 2007, Unidos da Capivara, deixaram o sambódromo na madrugada de ontem como favoritas ao título do Grupo Especial de Rio Grande. A apuração das campeãs acontecerá a partir das 10h de hoje no Centro Municipal de Eventos. Na elite, também concorrem as escolas de samba Mocidade Independente da São Miguel e Acadêmicos da P-1.
A Unidos da Castelo Branco não desfilou por problemas envolvendo atrasos na confecção de algumas fantasias. Em razão da ausência, a agremiação foi sumariamente rebaixada ao Acesso. Por conta disso, não haverá outros rebaixamentos e duas do Acesso (campeã e vice) asseguram o direito de desfilar no Especial em 2009. O desfile do Pró-Acesso e Acesso ocorreu na segunda-feira.
A noite do Grupo Especial foi de luxo e criatividade. A Mocidade foi a primeira a entrar no sambódromo e fez uma homenagem a São José do Norte. Em dois carros alegóricos e nas diferentes alas, retratou a história do município, a praia do Mar Grosso e os pescadores. Já a Acadêmicos da P-1 desenvolveu o tema 'Amazônia' e apresentou três alegorias, fantasias bem trabalhadas e uma bateria contagiante.
A Unidos da Capivara atacou de 'Negro, quem Te Viu, quem Te Vê – a Capivara Conta Tua História'. Com 350 componentes, distribuídos em 12 alas, e dois carros alegóricos, abordou o sofrimento do negro, a abolição e as cotas universitárias. Um dos carros representava um navio negreiro e o outro lembrava Zumbi dos Palmares. O encerramento ficou por conta da Unidos do Mé. Buscando o tricampeonato, usou três alegorias, dez alas e fantasias luxuosas para retratar o tema 'Unidos do Mé na Terra do Sol Nascente'. Ressaltou samurais, império japonês e a culinária em uma apresentação empolgante.