PORTO ALEGRE, SÁBADO, 18 DE OUTUBRO DE 2008 CAPA

Eliana: 10 anos de Record

01ELIANA.jpgAos 34 anos, apresentadora já soma 20 de carreira

O 'Tudo É Possível' do último domingo, 12, foi especial não só pelo Dia da Criança, mas também por comemorar os 10 anos de Record da apresentadora Eliana - que comanda, há três, o programa. Neste mesmo mês, ela também completa 20 anos de carreira. Atualmente, aos 34 anos, é a única mulher que se destaca na 'guerra dos domingos', e seu programa por diversas vezes conquistou a liderança e a vice-liderança em audiência no horário.

 Com uma carreira que cresceu simultaneamente à expansão da emissora, Eliana conseguiu trocar os baixinhos pelo público adolescente e adulto em uma transição nada traumática. Segundo ela, sem empresário, sem botox e graças ao alto poder de adaptação. Em entrevista à Agência Estado, a loira revela que sempre acreditou na Record, mas acreditava ainda mais nela mesma. 'Eu não queria ser apresentadora infantil pelo resto da vida, foram 14 anos assim (à época, no SBT) e sabia que eu podia mais. Algumas pessoas acreditavam, outras não. Mas só pude provar isso quando o programa entrou no ar. Sabia que a transformação não podia ser de fora para dentro: trocar figurino, cabelo, maquiagem. Tudo, desde a maneira como eu me comunicava, tinha que mudar. Consultei uma fono para perder aquele jeito doce de falar, mais infantil... fiz curso de telejornalismo, arte contemporânea, agora estou fazendo aulas de conhecimentos gerais. Como vou tentar passar conteúdo no programa se não tenho?', conclui. E continua: 'Não nasci com cultura nem com dinheiro debaixo do nariz, tive de correr atrás dos dois'. Sobre a boa relação com a câmera, explica: 'Isso é uma herança de quando Silvio Santos tirou meu cenário, gigante, e me colocou num pequenininho, só com um banquinho. Não tinha nenhum tipo de entourage, tive que aprender a conversar sozinha com uma câmera. Foi aí que surgiu a famosa música dos dedinhos, pois não tinha espaço nem para coreografia', conta. 

O 'Tudo É Possível' ganhou dois novos quadros em setembro, o 'Mais 50 ou Menos 50?', e o 'Debaixo do Chuveiro'. No primeiro, um convidado tem de adivinhar se os objetos trazidos ao palco têm mais ou menos de 50 anos. No segundo, crianças mostram seus talentos cantando, tocando algum instrumento ou dançando. Para cada candidato mirim, uma pessoa da platéia fica lhe representando embaixo do chuveiro. O restante da platéia vai julgar se as crianças merecem o prêmio ou se seus representantes merecem um banho de água fria. Entre os quadros de maior sucesso estão 'A Verdadeira Idade', 'Os Apertados', 'Jogo da Afinidade' e 'Engarrafados'. Eliana, acompanhada pelo biólogo Sergio Rangel, ainda produz matérias em várias partes do mundo mostrando belezas naturais e curiosidades da vida animal. 

'Sei que dá certo em carreiras internacionais esse lance de ter lá uma figura que nem tem tanto talento, mas alguém molda e se transforma em ícone. Não tenho empresário, não tenho alguém que construa a minha imagem. Eu dou a última palavra, conduzo tudo, participo de tudo', diz Eliana, que - como não poderia deixar de ser - também é uma das idealizadoras do 'Tudo É Possível', desde sua criação.


A volta da camareira

01A9VOLT.jpgJennifer Lopez produzirá seriado 

A cantora e atriz Jennifer Lopez produzirá um seriado norte-americano. A rede ABC está desenvolvendo a série de televisão baseada na comédia romântica 'Encontro de Amor', estrelada por Jennifer Lopez. A artista será a produtora executiva do seriado, que deve misturar comédia e drama e cujos episódios terão uma hora de duração. A ABC já se comprometeu a produzir o piloto.

 No longa-metragem de 2002, ela representou uma mãe solteira do Bronx que lutava para criar seu filho, trabalhando como camareira num elegante hotel de Nova Iorque. Um político em ascensão (Ralph Fiennes) se apaixona por ela depois de confundi-la com uma rica socialite.

 O roteiro da série acompanhará a vida de uma camareira em Manhattan. A história vai focar não apenas no fato de que ela quer subir na vida, como também apresentará seus relacionamentos com seus colegas de trabalho. Jennifer Lopez, que nasceu no Bronx, está contribuindo com várias idéias, enquanto também cuida de seus gêmeos, nascidos em fevereiro deste ano.


Começa hoje a mostra ‘Cinza-Choque’

01COMECA.jpgDesenhos de Rafael Sica estarão em exposição no Museu do Trabalho até 30 de novembro

Será aberta neste sábado a mostra 'Cinza-Choque', com desenhos de Rafael Sica, no Museu do Trabalho (Rua dos Andradas, 230, bairro Centro), às 19h. Rafael Sica, 28 anos, é ilustrador com vasta trajetória em jornais, livros, publicações e exposições coletivas. Na mostra que se inicia hoje, estão em exibição 13 desenhos inéditos que têm como temática a alucinação cotidiana. Esses trabalhos foram feitos a lápis e borracha, sobre papel canson 120 gramas, no formato 48x66cm. Também estarão expostos originais de quadrinhos, ilustrações, esboços e desenhos livres, feitos de materiais variados.

 A visitação poderá ser feita até o dia 30 de novembro, de terças a sábado, das 13h30min às 18h30min. Aos domingos e feriados, o local estará aberto das 14h às 18h30min.


Mais segura depois dos 50

01MAIS9S.jpgAtriz Kathleen Turner
 

Em sua biografia 'Send Yourself Roses: Thoughts on My Life, Love and Leadling Roles', a atriz Kathleen Turner declarou se sentir segura depois dos 50, liberada dos estereótipos, cheia de criatividade e sortuda por pertencer 'a uma geração de mulheres que tem o controle de suas finanças'. A estrela de 'A Guerra dos Roses' e 'Tudo por uma Esmeralda' revela aspectos de sua vida profissional e privada, como a separação após 20 anos de casamento e outros dramas pessoais. 'Vivi tragédias pessoais, relações perturbadas, bebi sem controle, superei uma doença da qual me disseram que ficaria de cadeira de rodas', diz no 1º capítulo da publicação, lançada pela editora Hachette.
 
 


Pata de Elefante toca no MorroStock 2

01PATA9D.jpg


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil