18º edição do Fórum Internacional de Software Livre tem mais de 370 atividades

Por Cláudio Isaías

Com mais de 370 atividades e 47 horas de debates relacionados às tecnologias livres, o 18º Fórum Internacional de Software Livre (FISL 18) começou nesta quarta-feira, dia 11 de julho, no Centro de Eventos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs). O tema deste ano trata sobre a “Tecnologia que liberta”.

O coordenador geral do FISL 2018, Sady Jacques, afirmou que o evento historicamente se dedica aos grandes eixos da tecnologia de software como a gestão de banco de dados e linguagem. “O nosso público é eminentemente técnico ligado a universidades, empresas de tecnologia e estudantes. O Fórum é um espaço reconhecido pela qualidade do seu conteúdo”, ressaltou. Conforme Jacques, a crise econômica do país afetou a organização do evento que na edição deste ano reduziu de tamanho. O FISL termina no sábado.

 

Foto: Alina Souza

Segundo Jacques, a Área das Comunidades é um dos pontos mais tradicionais do FISL. No espaço, acontece a troca de conhecimentos e experiências das pessoas que dedicam suas vidas a disseminar e desenvolver softwares livres. Este ano, além de receber grupos de usuários, o local terá grupos de desenvolvedores e de ativismo digital pautados em direitos digitais e software livre. Este ano, a Área das Comunidades terá debates, minieventos, lightning talks e também um game show.

Os grupos poderão se organizar para a realização de reuniões no espaço do evento e utilizar o espaço na feira como uma vitrine das atividades dos grupos. Uma presença que já é tradicional no Fórum é a de Jon “Maddog” Hall. Ele ficou conhecido por ser diretor do Conselho do Linux Professional Institute. Hoje, ele atua como CEO da OptDyn, criadora do software de nuvem p2p Subutai.

Ele também trabalha como consultor independente para levar recursos computacionais ecologicamente corretos para mercados emergentes. No FISL18, Maddog realizará três palestras. Realizado desde o ano 2000 pela Associação Software Livre, o FISL é o maior encontro de comunidades de software livre da América Latina e um dos maiores eventos de Tecnologia da Informação do mundo. O encontro reúne, anualmente, técnicos, educadores, empresários, estudantes e ativistas do conhecimento livre e compartilhado para palestras, debates e atividades formativas, além de mostras e exposições de tecnologias livre inovadoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *