Correio do Povo | Notícias | Exame toxicológico de mulher que acusou Luc Besson de estupro dá negativo

Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

  • 28/05/2018
  • 12:42
  • Atualização: 13:11

Exame toxicológico de mulher que acusou Luc Besson de estupro dá negativo

Atriz disse que foi dopada pelo produtor francês

Exame toxicológico de mulher que acusou Luc Besson de estupro dá negativo | Foto: Daniel Leal Olivas / AFP / CP

Exame toxicológico de mulher que acusou Luc Besson de estupro dá negativo | Foto: Daniel Leal Olivas / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O exame toxicológico realizado na mulher que acusou o diretor e produtor francês Luc Besson de estuprá-la em um hotel em Paris em meados de maio deu negativo - informou uma fonte próxima à investigação nesta segunda-feira. A suposta vítima, uma atriz e modelo de 27 anos, apresentou uma queixa no dia seguinte a um encontro com Besson, que imediatamente denunciou "acusações fantasiosas". Ela havia indicado à polícia que bebeu chá durante o encontro no Bristol, um dos hotéis mais luxuosos da capital francesa, e que se sentiu "mal" e "ausente".

No entanto, ela não alegou ter sido drogada, e testes de sangue e capilar foram realizados para verificar todas as hipóteses, de acordo com outra fonte próxima à investigação. A atriz também contou que mantinha um relacionamento íntimo com o diretor de 59 anos há cerca de dois anos e que se sentia obrigada a isso por causa de suas conexões profissionais, acrescentou a fonte.

Com esta queixa, o mais internacional dos cineastas franceses, pai de cinco filhos, viu-se atingido pela onda de choque que se espalhou pelo mundo desde a queda do produtor americano Harvey Weinstein em outubro de 2017.