Correio do Povo | Notícias | Filipe Toledo é campeão da etapa do Rio de Janeiro do Mundial de Surfe

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

  • 18/05/2018
  • 12:09
  • Atualização: 12:31

Filipe Toledo é campeão da etapa do Rio de Janeiro do Mundial de Surfe

Com a conquista, o Brasil conquistou duas etapas das quatro disputadas pelo Mundial

Filipe Toledo venceu a competição no Rio e assumiu a segunda colocação do ranking | Foto: Damien Poullenot / WSL / Divulgação / CP

Filipe Toledo venceu a competição no Rio e assumiu a segunda colocação do ranking | Foto: Damien Poullenot / WSL / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Pela segunda vez na temporada 2018, um brasileiro conquistou uma etapa da competição mundial organizada pela World Surf League. E o melhor, desta vez, diante da torcida, no Rio de Janeiro, em Saquarema. Filipe Toledo não tomou conhecimento dos adversários e venceu o torneio com excelentes tubos, muita pressão e manobras modernas, em especial aéreos. Na final, superou o Wade Carmichael com 17.10 contra 6.84. Ítalo Ferreira já havia vencido em março a competição em Bells Beach, na Austrália, por isso, essa é a segunda do Brasil no ano.

Com o resultado, o australiano Julian Wilson segue como líder com 19.415 e é seguido por três brasileiros. O campeão da etapa do país é o segundo com 18.075, Ítalo Ferreira é o terceiro com 14.995 e Gabriel Medina é o quarto com 14.160.

Brasileiro chegam as quartas, mas apenas Toledo passa

Nas quartas de final, a presença de quatro brasileiro trazia esperanças para uma semifinal totalmente com atletas do país. Porém, a grande torcida na beira da praia não teve o seu desejo atendido.

Filipe Toledo venceu o norte-americano Kolohe Andino por 13.84 a 11.93. Na segunda bateria, o australiano Julian Wilson venceu o brasileiro Michael Rodrigues por 11.20 a 9.83. Rodrigues errou um aéreo no final da bateria e se despediu com uma quinta colocação. O mesmo ocorreu com o campeão mundial Gabriel Medina. Entretanto, Medina foi irreconhecível na disputa contra o australiano Wade Carmichael e perdeu por 11.40 a 3.63, no pior resultado dos últimos cinco anos do brasileiro. Na última, o aniversariante Yago Dora perdeu para o havaiano Ezekiel Lau, por 9.26 a 8.30. Com isso, apenas Felipinho passou e os outros três brasileiros terminaram na quinta colocação.

Com o resultado, o australiano Julian Wilson garantiu a camisa amarela, que indica o líder do ranking, até a etapa marcada para iniciar no dia 27 de maio, em Keramas, em Bali, na Indonésia. A semifinal abriu com Wilson contra o único brasileiro que permaneceu na etapa. Felipinho atropelou o primeiro colocado da WSL com tubos e aéreos, terminando com 16.37 pontos contra 5.63. Na outra bateria, Wade Carmichael e Ezekiel Lau, por 13.17 a 9.27.

Toledo campeão em casa

Na final, na primeira onda, Filipe Toledo quebrou a prancha e perdeu importantes minutos para buscar outro equipamento na beira da praia. Com um equipamento um pouco menor, Felipinho manteve o bom momento e na terceira onda fez um 3.67, mas na quarta fez um longo tubo e tirou 9.93. Até então, Carmichael tinha apenas uma onda com nota 0.67.

Toledo ainda fez mais uma onda com pontuação de 7.17 e o adversário ampliou para 3.67 e 4.33, mas terminou a bateria com 8 contra 17.10 do brasileiro.