Correio do Povo | Notícias | Granizo danifica 3 mil casas em Crissiumal

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

  • 03/10/2018
  • 11:26
  • Atualização: 20:46

Granizo danifica 3 mil casas em Crissiumal

Prefeitura decretou situação de emergência nesta quarta-feira

Telhado de casa ficou danificado após temporal  | Foto: Adelar Hartmann / Divulgação / CP

Telhado de casa ficou danificado após temporal | Foto: Adelar Hartmann / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Agostinho Piovesan

A prefeitura de Crissiumal, no Noroeste do Estado, decretou situação de emergência em razão do temporal que atingiu cerca de 3 mil imóveis na madrugada desta quarta-feira. Os maiores estragos com a queda de granizo, que durou 10 minutos, ocorreram na zona urbana, onde em torno de 2,7 mil residências tiveram a cobertura perfurada pelas pedras, segundo a administração municipal. Na área rural, mais 300 imóveis foram afetados. O granizo atingiu ainda sete escolas, creches, cinco unidades de saúde, o Lar do Idoso, a Associação do Bem-Estar do Menor e um parque de máquinas.

Segundo o chefe de gabinete da prefeitura, Adelar Luiz Hartmann, algumas pedras tinham o tamanho de uma bocha e perfuraram inclusive coberturas que possuem calhetão, telhas grandes e mais resistentes. No interior, as localidades mais atingidas foram Vista Alegre, Lajeado Crissiumal, Alto Crissiumal, Lajeado Grande e Linha Principal.

O prefeito de Crissiumal, Roberto Bergmann, relatou que a Defesa Civil do Rio Grande do Sul foi comunicada da situação da cidade. Segundo ele, moradores que não tiveram suas casas afetadas pelo granizo foram chamados a ajudar os demais que sofreram com a precipitação. “É momento de solidariedade”, observou. A Defesa Civil do município distribuiu lonas para os moradores que tiveram as residências afetadas.

Parte da cidade ficou sem água e luz. “As aulas nas escolas foram suspensas, sendo que o temporal causou danos no hospital local e em vários prédios públicos”, afirmou o prefeito. A prefeitura informou ainda que 40 residentes do Lar do Idoso precisaram ser transferidos para o Seminário São Miguel. Outros 15 moradores do município foram alojados na casa de parentes.

No município vizinho de Três Passos, as pedras tinham o tamanho de um ovo de galinha e danificaram telhados de casas nos bairros Glória, Pindorama e Santa Inês. Localidades do interior também foram atingidas. A Prefeitura de Três Passos também distribuiu lonas e deu ajuda aos moradores afetados pelo temporal.