Correio do Povo | Notícias | Proprietário de rádio de Santa Maria fecha emissora sem avisar funcionários

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

  • 09/10/2018
  • 12:43
  • Atualização: 13:31

Proprietário de rádio de Santa Maria fecha emissora sem avisar funcionários

Um comunicado sobre o encerramento das atividades foi afixado na porta da emissora

Um cartaz afixado na porta informa sobre o fechamento | Foto: Reprodução / CP

Um cartaz afixado na porta informa sobre o fechamento | Foto: Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Os funcionários da Rádio Guarathan, em Santa Maria, na região central do Estado, foram surpreendidos ao chegarem na sede da emissora no final da tarde de segunda-feira. Eles encontraram a porta fechada com cadeado e um comunicado afixado que informava o fechamento da emissora a partir das 16h do dia 8 de outubro.

Segundo relato dos trabalhadores, a rádio funcionou normalmente pela manhã e início da tarde, quando o proprietário informou que seria feita uma manutenção. Quando o grupo voltou, por volta das 18h30min, o local já estava fechado. No final de semana a rádio não funcionou em razão da falta de operadores, que não teriam recebido. A emissora tem 58 anos de atividade.

Em nota, os funcionários lamentaram a falta de comunicado prévio não apenas aos trabalhadores, mas também aos anunciantes e ouvintes, e do pagamento das obrigações trabalhistas, incluindo salários e fundo de garantia. "Os funcionários se solidarizam com os anunciantes e ouvintes pela emissora não estar cumprindo com a responsabilidade de colocar no ar anúncios e programas." O grupo não conseguiu contato com o diretor da rádio. "Apesar do abalo moral, financeiro e psicológico com a incerteza em relação ao futuro, os funcionários estão unidos em busca de uma resposta."

A regional de Santa Maria do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão do Estado encaminhou ontem ao Ministério do Trabalho pedido de fiscalização na Rádio Guarathan. A entidade informou na solicitação que fez boletim de ocorrência na Polícia Civil. A reportagem tentou contato com o proprietário, mas os telefonemas não foram atendidos.