Correio do Povo | Notícias | Revitalização do Cais Mauá começa nesta segunda-feira

Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de Junho de 2018

  • 04/03/2018
  • 13:14
  • Atualização: 21:22

Revitalização do Cais Mauá começa nesta segunda-feira

Projeto prevê 3,2 mil metros de orla com ciclovia, dez praças de lazer e mais de 11 mil metros de área verde

Projeto prevê 3,2 mil metros de orla com ciclovia, dez praças de lazer e mais de 11 mil metros de área verde | Foto: Divulgação / CP

Projeto prevê 3,2 mil metros de orla com ciclovia, dez praças de lazer e mais de 11 mil metros de área verde | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

As obras de revitalização do Cais Mauá começam nesta segunda-feira. O projeto prevê 3,2 mil metros de orla com ciclovia, dez praças de lazer e mais de 11 mil metros quadrados de área verde. Além de alavancar o turismo e o desenvolvimento do Centro Histórico de Porto Alegre, vai gerar 28,8 mil novos empregos diretos e indiretos, assim como tributos municipais, estaduais e federais, na ordem de R$ 216 milhões. Com custo estimado em torno de R$ 500 milhões e sem investimento público, o projeto abrange 181 mil metros quadrados de área revitalizada.

Em dezembro, a Prefeitura de Porto Alegre entregou ao consórcio Cais Mauá do Brasil S.A. a licença de instalação, que autorizou a execução dos trabalhos na primeira etapa do projeto. Na quinta-feira, 1º, o prefeito Nelson Marchezan Júnior assinou a ordem de início das obras ao lado do governador do Estado José Ivo Sartori, do secretário dos Transportes Pedro Westphalen, do diretor-superintendente do Porto de Rio Grande Janir Branco e do diretor de operações do Cais Mauá Brasil S.A. Sergio José de Lima

Marchezan destacou o importante passo para a cidade e parabenizou todos os envolvidos no projeto, “que contribuíram para o Cais Mauá se tornar realidade e tiveram a coragem de fazer a cidade evoluir acima de interesses ideológicos e não republicanos”. Para o governador José Ivo Sartori, o projeto é de Estado, não de governo. “É uma importante construção coletiva”, ressaltou.

Primeira etapa 

O projeto de revitalização do Cais foi dividido em três etapas. A primeira, que se inicia na próxima semana, é a restauração de 11 armazéns do Cais (do A6, no extremo da Usina do Gasômetro, até o B3, próximo à rodoviária de Porto Alegre). A estimativa de investimento para a revitalização dos armazéns é de R$ 140 milhões. A segunda fase corresponde ao setor Docas que prevê a construção de torres comerciais com serviço de hotelaria, centro de convenções e estacionamento e a recuperação da Praça Edgar Schneider, que tem previsão de investimento de R$ 300 milhões. A última fase é a área do Gasômetro, ao norte, que deve receber um centro comercial, com estimativa de investimento de R$ 250 milhões.