Correio do Povo | Notícias | Inaugurada biblioteca Teori Zavascki em Porto Alegre

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

  • 11/06/2018
  • 21:53
  • Atualização: 21:55

Inaugurada biblioteca Teori Zavascki em Porto Alegre

Local reúne obras voltadas a estudantes que pretendem seguir a carreira de juiz

Espaço fica na rua dos Andradas | Foto: Fabiano do Amaral

Espaço fica na rua dos Andradas | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Felipe Samuel

Colegas, amigos e familiares do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), participaram nesta segunda-feira da inauguração da biblioteca que leva o nome do magistrado - que morreu em 19 de janeiro do ano passado em um acidente de avião. O espaço localizado na sede da Associação do Juízes Federais do RS (Ajufergs) e da Escola Superior da Magistratura Federal do RS (Esmafe/RS), na rua dos Andradas, 1001, reúne obras voltadas a estudantes que pretendem seguir a carreira de juiz.

A cerimônia, que também marcou o lançamento da 10ª edição da revista da Ajufergs - que reúne depoimentos pessoais da família, amigos e ex-colegas, além de apresentar artigos jurídicos - contou com a presença da filha do ministro. Liliana afirma que a família recebeu a homenagem como uma forma de eternizar o trabalho do pai. "Ele sempre buscou justiça através do direito. E como aqui vão passar estudantes que vão estar buscando o que vem a ser o direito e a justiça, esperamos que os passos dele e a obra dele possam servir de exemplo".

Presidente da Ajufergs, Gerson Godinho da Costa explica que a solenidade serve para prestar uma homenagem a Teori, considerado um magistrado modelo para muitos juízes federais e magistrados pelo país afora. Godinho ressalta ainda que o ministro tinha um espírito conciliador. "Nesses tempos de dificuldade, de animosidade que estamos vivenciando no Brasil, faz muita falta", observa. E acrescenta: "Era um homem extremamente comedido, passava seus votos, era alheio a entrevistas. Esse perfil está fazendo falta no Supremo".

Aluna de Teori na Esmafe, Rafaela Santos da Rosa explica que a ideia da biblioteca remete a estudo, pesquisa, duas qualidades destacadas do ministro. "Queríamos ter aqui um pouco de homenagem e ao mesmo tempo motivação para aqueles que vêm e querem estudar para se tornar juízes, que eles se inspirem na melhor referência possível", ressalta. Rafaela, que vai assumir a presidência da Ajufergs no lugar de Costa, reitera que o trabalho do ministro faz falta no STF.