Correio do Povo | Notícias | Aviação doméstica brasileira é a 6ª maior do mundo

Porto Alegre

16ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 31/08/2018
  • 12:32
  • Atualização: 13:01

Aviação doméstica brasileira é a 6ª maior do mundo

Setor aéreo contribuiu com R$ 124,2 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) do país

Para 2018, a expectativa é de crescimento de 4% em voos domésticos  | Foto: Ricardo Beccari / Embraer / Divulgação CP

Para 2018, a expectativa é de crescimento de 4% em voos domésticos | Foto: Ricardo Beccari / Embraer / Divulgação CP

  • Comentários
  • Mauren Xavier

O mercado de passageiros de voos domésticos brasileiro é o sexto maior do mundo, transportando 91,9 milhões de passageiros em 2017. O setor aéreo contribuiu com R$ 124,2 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) do país no ano passado. Além disso, é responsável por 1,5 milhão de empregos no Brasil, sendo 65 mil diretos. Esses são alguns dados incluídos no Panorama 2017, da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), divulgados nesta sexta-feira. E as previsões são otimistas. Para 2018, a expectativa é de crescimento de 4% em voos domésticos e 6,3% em voos internacionais.  "Embora o cenário econômico siga adverso, o número de passageiros transportados se recuperou da queda registrada em 2016 tanto em voos domésticos quanto em internacionais", informa o documento.

No ano de 2017, o setor registrou aumento de 3,2% na demanda doméstica, o que superou a expectativa inicial, que era de 1,7%. O aproveitamento dos voos foi de 81,5%. Outro movimento identificado foi a expansão da demanda internacional, com elevação de 12,6%, bem acima dos esperado. Assim, as empresas expandiram 9,8% a oferta no segmento de voos internacionais. Em relação a força de trabalho, as empresas ligadas a Abear somaram 54.284 funcionários e um total de 439 aeronaves, sendo que a frota tem idade média de 7,4 anos, mais jovem do que as principais companhias dos Estados Unidos e da Europa, de acordo com o documento.

O documento faz uma compilação de vários dados e informações sobre o setor aéreo no país, além de projeções. Uma das avaliações é a importância do transporte aéreo para o turismo. Somando os impactos econômicos direto, indireto e induzido, o turismo equivale a 10,4% do PIB mundial. Transporte de órgãos, tecidos e equipes médicas A cooperação, iniciada em 2001, para o transporte de órgão tem apresentado crescimento. O acordo entre as empresas aéreas e o governo fez com que em 2017 fossem transportados 13.278 dentro da parceria. Um aumento significativo na comparação com o total de 2016, que foi de 6.919. Ao todo, em 2017, as empresas ligadas a Abear realizaram 82% dos transportes de órgãos, tecidos e equipes médicas.  

Lucros

As empresas contabilizaram lucro líquido de R$ 412 milhões, representando o melhor resultado nos últimos sete anos. Uma das justificativas foi o recuo do valor do dólar em relação ao real, no ano passado, e a eficiência operacional.


TAGS » Aviação, Brasil, Geral