Correio do Povo | Notícias | Forças Armadas devem seguir em Roraima por ao menos 15 dias

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

  • 12/09/2018
  • 00:06
  • Atualização: 00:08

Forças Armadas devem seguir em Roraima por ao menos 15 dias

Temer deve prorrogar decreto que expira nesta quarta-feira

Temer deve prorrogar decreto que expira nesta quarta-feira | Foto: Antonio Cruz / ABr / CP

Temer deve prorrogar decreto que expira nesta quarta-feira | Foto: Antonio Cruz / ABr / CP

  • Comentários
  • R7

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência vai propor a Michel Temer a prorrogação do decreto de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) em Roraima, que expira na quarta-feira. A ideia é que a manutenção das Forças Armadas se estenda por mais 15 dias, mas o período total não está determinado.

"O GSI entende que as circunstâncias atuais sugerem que se prorrogue", disse o ministro Sérgio Etchegoyen. Ele usou como justificativa para a necessidade de permanência do Exército — atuando na fronteira, em estradas de Roraima e na proteção aos abrigos — os conflitos que voltaram a acontecer no feriado prolongado e levaram à morte de duas pessoas. Segundo ele, a medida visa a "dar mais garantia de segurança à população".

A ideia de prorrogação surgiu depois de a tensão ter aumentado na quinta-feira, quando um venezuelano e um brasileiro foram mortos. O venezuelano foi assassinado a pedradas e pauladas, depois de matar um brasileiro com uma facada. O caso aconteceu após um suposto furto no bairro Jardim Floresta.


TAGS » Venezuela, Roraima