Correio do Povo | Notícias | Lançamento da 41ª Expointer tem clima de otimismo contido

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 06/08/2018
  • 21:38
  • Atualização: 13:13

Lançamento da 41ª Expointer tem clima de otimismo contido

Secretário da Agricultura projetou investimentos, apesar de crise e tensão com eleições

Secretário da Agricultura projetou investimentos, apesar de crise e tensão com eleições | Foto: Mauro Schaefer

Secretário da Agricultura projetou investimentos, apesar de crise e tensão com eleições | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Danton Júnior

O lançamento da 41ª Expointer contou com um clima de otimismo contido por parte das entidades organizadoras. A expectativa é de bons negócios "apesar da crise", porém não há uma previsão de quanto deve ser faturado durante os nove dias do evento. Em 2017, a feira contou com 411,9 mil visitantes e um total de R$ 2,035 bilhões em propostas encaminhadas. Neste ano, a exposição ocorre de 25 de agosto a 2 de setembro no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

"O importante é aquilo que a Expointer enseja de negócios durante o seu período e de negócios posteriores pelo que foi demonstrado", declarou o secretário da Agricultura, Odacir Klein. Na avaliação dele, mesmo com a crise econômica e a "perplexidade" em função das eleições, os produtores irão buscar investimentos na agricultura e na genética animal para a incrementar a produção de alimentos, pois a demanda é crescente.

A cerimônia oficial, realizada na Casa de Música da Ospa, em Porto Alegre, contou com apresentação da música tema do evento por Elton Saldanha. O poeta Luiz Coronel recitou poema alusivo à feira. O encerramento ficou por conta de Renato Borghetti e a Orquestra da Ospa, com regência do maestro Evandro Matté.

Na feira, a principal novidade será a ampliação do Pavilhão da Agricultura Familiar, com 50% mais expositores, chegando a 300 estabelecimentos. A obra era aguardada há alguns anos pelos representantes do setor. O secretário do Desenvolvimento Rural, Tarcísio Minetto, destacou que, com isso, 56 famílias farão a sua estreia na Expointer deste ano. Devido às restrições do calendário eleitoral, ainda não há uma definição sobre a inauguração do espaço. "Vamos pensar em algo que sirva para dizer que há este avanço sem que estejamos infringindo a legislação eleitoral", disse o secretário da Agricultura, Odacir Klein. Com a obra, o pavilhão passou de 3,5 mil m² para 7,6 mil m², com mais de R$ 3,5 milhões financiados pelo Ministério da Agricultura.

Lideranças do setor produtivo também apostam em bons negócios. O 1º vice-presidente da Fetag, Nestor Bonfanti, disse que a tendência é de que as vendas no pavilhão aumentem em virtude do incremento no número de empreendimentos, mas destacou que um aspecto importante será a melhoria do espaço destinado a cada agroindústria. Antes da ampliação, conforme o dirigente, os visitantes encontravam certa dificuldade em transitar e degustar os produtos. "Se o espaço é maior, as pessoas se sentem melhor transitando dentro do pavilhão", observou.

O presidente da Comissão de Exposições e Feiras da Farsul, Francisco Schardong, disse que a expectativa é positiva tendo em vista o histórico da Expointer. "Ao longo destas 41 edições, a feira sempre soube transformar as crises e os momentos difíceis em momentos de sucesso", destacou. O dirigente salientou ainda que a proximidade com o calendário eleitoral e a ida de candidatos ao Parque Assis Brasil vai permitir que o setor apresente demandas para o futuro.


TAGS » Rural, Expointer