Correio do Povo | Notícias | Espaço vai trazer ciclistas com segurança à beira do mar em Tramandaí

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 19 de Janeiro de 2019

  • 11/01/2019
  • 00:04
  • Atualização: 00:16

Espaço vai trazer ciclistas com segurança à beira do mar em Tramandaí

Ciclofaixa na praia deverá ter 2,6 quilômetros de extensão

Ciclofaixa na praia deverá ter 2,6 quilômetros de extensão | Foto: Mauro Schaefer

Ciclofaixa na praia deverá ter 2,6 quilômetros de extensão | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em breve, o Balneário de Tramandaí ganhará espaço para que os ciclistas possam pedalar com mais segurança pela avenida Beira-Mar. Entre a Avenida Ubatuba de Farias e a Santinha será construída uma ciclofaixa e já houve a demarcação da parte inicial do projeto. “Poderei andar com mais tranquilidade aqui, com os meus filhos”, comemorou o advogado Álvaro Siqueira, que costuma veranear em Tramandaí há quase dez anos e gosta de pedalar com os filhos pré-adolescentes Maurício e Mônica.

A ciclofaixa terá 2,6 km de extensão e é um projeto da arquiteta e urbanista Mara Giron Gazola e do engenheiro Bruno Lansini, integrantes da Secretaria de Planejamento de Tramandaí. O projeto tem como meta qualificar e oferecer, na orla, um espaço seguro para bicicletas circularem na pista de rolamento, delimitada por sinalização específica com pintura e tachas reflexivas bidirecionais.

Além disso, o projeto contempla 12 estações de paraciclos com totens de localização e iluminação fotovoltaica (alimentadas por energia solar) no piso, propiciando o seu uso noturno. A obra foi viabilizada junto a Caixa Econômica Federal e ficou orçada em R$ 282.826,94. “Com esse projeto, proporcionamos mais segurança e qualidade de vida para a nossa população e para os veranistas”, afirmou o prefeito Luiz Carlos Gauto.

Quem também gostou muito da ideia foi a veranista Cláudia Macedo Aguiar, de Canela. “Sempre amei pedalar, mas mesmo aqui na praia ficava meio receosa. Afinal, temo o trânsito. E as pessoas ficam mais relaxadas e desatentas nas férias. Então até evitava andar de bicicleta aqui na orla”, destacou. “Agora poderei praticar com tranquilidade”, assegurou Cláudia.