person Entrar

Capa

Notíciasarrow_rightarrow_drop_down

Esportesarrow_rightarrow_drop_down

Arte & Agendaarrow_rightarrow_drop_down

Blogsarrow_rightarrow_drop_down

Jornal com Tecnologia

Viva Bemarrow_rightarrow_drop_down

Verão

Especial

Carregando ...

Artistas se unem em campanha no YouTube para ajudar profissionais independentes

Afonso Padilha e Nando Viana fazem parte do time da "#DoeViews"

Nando Viana e Afonso participam de campanha para ajudar profissionais independentes | Foto: Camila Vieira / Divulgação / CP
Carregando ...

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus afeta diretamente as produções culturais. Os profissionais que trabalham em shows, teatros e em diversas apresentações artísticas precisam se adequar às orientações de isolamento social. Para isso, os artistas recorrem às lives, podcasts e outros recursos da Internet para a divulgação do trabalho.

Já os profissionais independentes que carregam equipamentos, montam palco, operam luz, som, câmera, produzem set, dirigem, entre outras funções, não conseguem exercer seu trabalho e ficam sem receber remuneração direta durante a quarentena.

Pensando nisso, a Brooke, produtora de conteúdo digital, lançou a campanha “#DoeViews”, que conta com o apoio de artistas como Afonso Padilha, Bruna Louise, Nando Viana, Rafinha Bastos, Thiago Ventura, entre outros. Os participantes do movimento selecionam alguns de seus vídeos de trabalho e adicionam na playlist #DoeViews, no YouTube.

O objetivo da campanha é levar um grande número de pessoas para essa playlist e gerar uma grande quantidade de views, visto que a plataforma remunera os criadores de conteúdo de acordo com as visualizações que os vídeos recebem. Quanto maior o número de views, maior o valor pago. A proposta é dividir esse rendimento com os profissionais que estão impedidos de realizar seu serviço durante o período de isolamento. 

Bruna Rodrigues, cofundadora da Brooke e também idealizadora do “#DoeViews”, explica que a produtora conta com o apoio de muitos profissionais autônomos que estão sem remuneração e que esse fato motivou o lançamento da campanha.

“Vamos ficar com as nossas produções paradas, mas podemos nos reinventar como produtora e criar conteúdo em casa, mas como ficam os profissionais que estão impedidos de realizar seu trabalho? Preocupados com isso, reunimos artistas que também têm o desejo de prestar apoio financeiro a esses trabalhadores e lançamos o projeto”.

Conscientização

Bruna ressalta que o movimento estimula uma conscientização para toda a classe artística. “É importante que mais artistas se conscientizem da necessidade de compartilhar os seus ganhos com suas redes de apoio. Sabemos que muitos estão preocupados em fazer lives e shows nas janelas, o que também fomenta o acesso à cultura, mas não estão pensando em compartilhar ganhos com as pessoas que mais estão precisando no momento”. 

No “#DoeViews” não há um termo de compromisso que determine um valor exato que os artistas devem doar, é uma contribuição espontânea para os profissionais com quem eles têm alta frequência de contratação. A campanha sugere que os artistas compartilhem em suas redes sociais os valores que estão doando para as suas equipes através de um comprovante, sem revelar dados bancários ou confidenciais.

No site e Instagram do movimento são publicadas atualizações sobre a quantidade de views doados. Até domingo, 29, a playlist já tinha atingido mais de 955 mil visualizações. O humorista Nando Viana, participante do “#DoeViews”, ressalta a importância da campanha para o setor artístico.

“Eu acredito muito em iniciativas como essa, que não só ajudam as pessoas, mas também passam uma mensagem importante: não podemos esquecer do próximo. O artista, em sua grande maioria, é autônomo, não tem décimo terceiro, vive cada mês de uma vez. Então, nesses momentos é preciso haver essa consciência de que a união de todos nos fortalece. Tem muita gente legal apoiando e tem espaço para muito mais criadores de conteúdo.”

Além de prestar ajuda financeira aos trabalhadores autônomos, o projeto também tem o objetivo de fomentar o acesso ao entretenimento e à cultura em dias de preocupação e incertezas.

“A ideia é estimular que as pessoas consumam conteúdos positivos, porque sabemos que essa crise também traz a necessidade de lazer e diversão”, explica Bruna. O #DoeViews une duas necessidades, fazendo com que o acesso ao entretenimento também seja uma forma de ajudar quem precisa.

*Sob supervisão do editor Luiz Gonzaga Lopes

Camila Souza*