A magia do teatro de objetos e de bonecos

A magia do teatro de objetos e de bonecos

Confira os espetáculos da Cia. Gente Falante e Trupi di Trapu

Por
Vera Pinto

"Louça Cinderela" é feita com teatro de objetos a partir do conto da “Gata Borralheira”


publicidade

Após o sucesso de “Xirê das Águas – Orayeyê Oh”, a Cia Gente Falante empreende uma nova temporada virtual de seu espetáculo de teatro de objetos “Louça Cinderela” (foto), dando sequência à parceria como grupo teatral cearense Bagaceira, e sua sede, Casa da Esquina. Indicado para todas as idades, está em cartaz neste sábado e domingo e no próximo final de semana, com exibição das 17h às 21h. Os ingressos são adquiridos pela plataforma sympla.com.br/casadaesquina, onde será liberada a senha de acesso para a apresentação, que dura 15min. 

Inspirada na obra dos Irmãos Grimm e Charles Perraut, a original versão do grupo gaúcho, que no próximo dia 15 abre as comemorações de seus 30 anos de trajetória, é feita com teatro de objetos a partir do conto da “Gata Borralheira”. Aqui, príncipes e princesas ganham vida nas figuras de louças antigas e raras, animadas por Paulo Fontes e Eduardo Custódio, em uma celebração muito delicada do chá das cinco, para o público se deliciar com os aspectos importantes da essência humana. 

Louça Cinderela” integrou a programação do Fito - Festival Internacional de Teatro de Objetos de 2010 até 2015; do Festival Internacional de Bonecos BH 2011; FIT Rio Preto 2013; do Palco Giratório Sesc Nacional 2014, Festival Internacional de Bonecos Canela 2016 e Baú de Histórias SESC/SC, em que percorreu 25 cidades. Agora a Cia Gente Falante produziu o espetáculo com um olhar para as mídias virtuais, com um cuidado especial para as composições poéticas e detalhes, conduzidos com muita delicadeza, para que a obra seja mais pontual e conduzida de forma sutil, aproximando-se da linguagem do cinema.

Outra boa alternativa é “A Casa da Amizade”, da Trupi di Trapu, direcionada ao público infantil, que fala de dois grandes amigos que vivem em uma floresta muito especial. A contação de história livremente inspirada na obra de Norbert Landa tem 35min e apresentações neste sábado e domingo, entre 17h e 19h, pelo canal do YouTube do grupo.