A uma semana do Oscar, "1917" triunfa no Bafta

A uma semana do Oscar, "1917" triunfa no Bafta

Longa e diretor venceu sete categorias da premiação

Por
AFP

Entre as premiações 1917 foi o vencedora das categorias Melhor Filme e Melhor Diretor

publicidade

Uma semana antes do Oscar, o filme "1917" e seu diretor, Sam Mendes, foram os grandes vitoriosos na cerimônia de entrega do Bafta, a principal premiação do cinema britânica, realizada neste domingo. A produção ambientada na 1ª Guerra Mundial, premiada recentemente com o Globo de Ouro, venceu em sete categorias do Bafta, incluindo melhor filme e direção.

A nova obra de Mendes superou dos concorrentes "O Irlandês", de Martin Scorsese, "Coringa", de Todd Philipps, "Era Uma Vez em Hollywood", de Quentin Tarantino, e "Parasita", de Bong Joon-Ho. Com 11 indicações ao prêmio britânico, "Coringa" ficou com três, incluindo o de melhor ator para Joaquin Phoenix, que teve como concorrentes Leonardo DiCaprio ("Era Uma Vez em Hollywood"), Adam Driver ("Historia de um Casamento "), Taron Egerton ("Rocketman") e Jonathan Pryce ("Os dois papas").

Renée Zellweger brilhou entre as mulheres ao ficar com prêmio de melhor atriz por "Judy: Muito Além do Arco-Íris", biografia da atriz Judy Garland. "Parasita", do sul-coreano Bong Joon-Ho, ficou com o Bafta de melhor filme em língua estrangeira e melhor roteiro.

Com dez indicações, "Era Uma Vez em Hollywood" conseguiu apenas ser vitorioso na categoria ator coadjuvante, graças a Brad Pitt. Quem saiu de mãos vazias da cerimônia foi a produção da Netflix, dirigida por Martin Scorsese, "O Irlandês", que concorreu em dez categorias.

Este ano, a seleção de indicados ao Bafta foi muito criticada por sua falta de diversidade. Pouco antes da cerimônia, a presidente do Bafta, Pippa Harris, lamentou a ausência de mulheres na categoria de melhor direção e julgou "exasperante" que nenhum ator negro estivesse nas principais categorias.

Confira abaixo a lista de premiados:

MELHOR FILME - "1917"

MELHOR FILME BRITÂNICO - "1917"

MELHOR ESTREIA DE UM DIRETOR, PRODUTOR OU ROTEIRISTA BRITÂNICO - Mark Jenkin (Diretor/Roteirista), Kate Byers, Linn Waite (Produtor), por "Bait"

MELHOR FILME DE IDIOMA NÃO-INGLÊS - "Parasita"

MELHOR DOCUMENTÁRIO - "For Sama"

MELHOR ANIMAÇÃO - "Klaus"

MELHOR DIRETOR - Sam Mendes, por "1917"

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL - "Parasita", Han Jin Won, Bong Joon-Ho

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO - "Jojo Rabbit", Taika Waitit

MELHOR ATRIZ - Renée Zellweger, por "Judy: Muito Além do Arco-Íris"

MELHOR ATOR - Joaquin Phoenix, por "Coringa"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE - Laura Dern, por "História de um Casamento"

MELHOR ATOR COADJUVANTE - Brad Pitt, por "Era Uma Vez em Hollywood"

MELHOR TRILHA SONORA - "Coringa", Hildur Gudnadótti

MELHOR DIREÇÃO DE ELENCO - "Coringa", Shayna Markowitz

MELHOR FOTOGRAFIA - "1917", Roger Deakins

MELHOR EDIÇÃO - "Ford Vs. Ferrari", Andrew Buckland, Michael Mccusker

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO - "1917", Dennis Gassner, Lee Sandales

MELHOR FIGURINO - "Adoráveis Mulheres", Jacqueline Durran

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO - "O Escândalo", Vivian Baker, Kazu Hiro, Anne Morgan

MELHOR SOM - "1917", Scott Millan, Oliver Tarney, Rachael Tate, Mark Taylor, Stuart Wilson

MELHORES EFEITOS VISUAIS - "1917", Greg Butler, Guillaume Rocheron, Dominic Tuohy

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO BRITÂNICO - "Grandad Was A Romantic", Maryam Mohajer

MELHOR CURTA BRITÂNICO - "Learning To Skateboard In A Warzone (If You're A Girl)", Carol Dysinger, Elena Andreicheva

ESTRELA REVELAÇÃO - Micheal Ward