Aberto financiamento coletivo para o disco "Viva Plauto Cruz!"

Aberto financiamento coletivo para o disco "Viva Plauto Cruz!"

Iniciativa que reconstitui a obra do flautista é do músico e pesquisador Paulinho Parada

Correio do Povo

Natural de São Jerônimo, Plauto Cruz (1929-2017) é, ao lado de Altamiro Carrilho, um dos maiores flautistas do Brasil

publicidade

Um dos maiores flautistas do Brasil, ao lado de Altamiro Carrilho, Plauto Cruz (1929-2017) deixou dezenas de composições inéditas, recuperadas por seu amigo, Paulinho Parada. Natural de São Jerônimo, o instrumentista que viveu em Porto Alegre e tocou com grandes nomes, como Lupicínio Rodrigues e Elis Regina, ganhará um disco em sua homenagem: "Viva Plauto Cruz. Mas para que o projeto que reconstitui sua obra se concretize, seu idealizador e produtor, Paulinho Parada, lançou um financiamento coletivo na plataforma Catarse. 

 Jovens artistas de Porto Alegre estão gravando composições de Plauto, algumas delas  inéditas, que Parada recuperou em manuscritos antigos. Sua pesquisa, que começou em 2014, virou artigo e livro publicado pela editora da Ufrgs, ao lado de seu orientador e professor, Reginaldo Braga. A gravação das músicas é uma forma de difundir para o grande público o resultado deste trabalho, que inclui a participação de jovens músicos. Entre eles, estão Stefania Colombo (flauta), Eduardo Rukat (cavaco), Julia Schirmer (Violão 7 cordas e bandolim), Maicon Ouriques (pandeiro) e Paulinho Parada (violão 6 cordas, piano e produção). “Plauto tinha muitos amigos e foi uma pessoa muito generosa. Tenho 
certeza que o povo que conhece sua obra e admira a pessoa que ele foi, irá apoiar”, afirma o artista. O financiamento tem encerramento dia 15 de novembro, às 23h59, quando Plauto Cruz faria aniversário.  
 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895