Agenda cênica destaca bate-papo com diretora Maria Maya

Agenda cênica destaca bate-papo com diretora Maria Maya

Espetáculos “Amores Surdos” e “Viva Cacilda! Felicidade Guerreira!” também são boas opções

Vera Pinto

Atriz e diretora Maria Maya fala de seu trabalho em “Através da Íris”, com Nathália Timberg e de aspectos relevantes de sua trajetória

Na Mostra TPE de Teatro Universitário do Departamento de Artes Dramáticas da Ufrgs a atração em agosto é “Amores Surdos”, todas as quartas-feiras, às 12h30min e também 19h30min, com transmissão pelo Instagram @tpe.ufrgs; Facebook TPEteatropesquisaextensao e Youtube TPE – Teatro, Pesquisa e Extensão. Inês Marocco assina a orientação do esperáculo com direção coletiva e elenco composto por Ângela Steiner, Gilvana dos Santos, Maria Eduarda Barbosa, Maya Marqz e Rita Spier. 

Uma família comum. Problemas cotidianos. Emaranhados. Aprisionados. Entre quatro paredes que circundam a todos nós. Uma tentativa. Uma fuga. Você lembra como foi o seu primeiro dia? E quantas vezes você teve que respirar? Sufoco. Velhos hábitos. Qual é o hábito da sua família? Aparência de normalidade? Em meio ao caos? Em qual realidade? em outra realidade? Vocês não me enganam. Um elástico preso em dois pontos. Sustentado por dois. Um que sempre retorna para o outro. Estamos na mesma situação e todo mundo aqui sabe onde está. Qual foi a última vez que você pôde andar descalço? Tá me ouvindo? Tá me escutando? Fala mais alto que eu não consigo sentir. A violência e a delicadeza das canções. Qual é o tamanho da ausência? Qual é o peso dela? Findamos aqui, certos de vossas compreensões.

O Teatro Univates abre a programação de agosto nesta quarta, com live de Maria Maya, a partir das 20h, falando do espetáculo que dirige, “Através da Íris”, protagonizado por Nathália Timberg, sobre a vida e obra de uma das mulheres mais requisitadas no mundo da moda e do design, a nonagenária norte-americana Iris Apfel. Devido à pandemia, a peça foi suspensa e transferida para 2021, e este bate-papo será acerca do processo de construção e montagem do trabalho, curiosidades da adaptação e da vida nos palcos, bem como aspectos importantes da carreira de Maya. A transmissão ocorrerá nos perfis do Instagram @maria_maya e @teatrounivates. Maria Maya é bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio) e formada pela Oficina de Direção da Rede Globo. Iniciou sua trajetória artística como atriz no teatro e na TV, com personagens relevantes, participou das novelas “Cara e Coroa”, “Salsa “erengue”, “Senhora do Destino”, “Cobras e Lagartos”,”‘Caminhos da Índias”, ‘Aquele Beijo”, e das minisséries “Hilda Furacão”, “Quinto dos Infernos” e “A Muralha”. 

Na série Teatro #emcasacomsesc, cuja programação promove monólogos quatro vezes por semana, às 21h30min, através do  youtube.com/sescsp e instagram.com/sescaovivo, a atração nesta quarta-feira é Isabella Lemos trazendo fatos marcantes da trajetória de Cacilda Becker, um dos maiores nomes do teatro brasileiro, que completaria cem anos em 2021. “Viva Cacilda! Felicidade Guerreira!” é uma adaptação de Lenise Pinheiro a partir do texto escrito e encenado por Zé Celso Martinez Corrêa, com música de abertura de José Miguel Wisnik, ao piano e voz.

 


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895