Agenda teatral tem opções on-line para crianças e adultos

Agenda teatral tem opções on-line para crianças e adultos

“Cardinal”, Festival Arte Como Respiro – Edição Artes Cênicas e “Sodoma & Gomorra” podem ser assistidas on-line

Vera Pinto

Espetáculo "Cardinal" de Bárbara L. Matias, fala do crime de feminicídio no Ceará

publicidade

Vencedora na categoria Drama do Festival de Teatro Online em Tempo Real do Rio de Janeiro, pelo júri técnico, “Cardinal” será transmitida às 19h, no canal do Youtube da Cia. Banquete Cultural, organizadora do evento. A obra escrita por Bárbara L. Matias tenta entender como pensar a relação entre o índice de feminicídio no Ceará, e sua existência enquanto mulher cidadã. O canto da performer é um elemento na cena, assim como a água, que higieniza, que acalenta no banho, que hidrata seres e plantas, aparece em forma de sangue sobre uma mesa e na segunda pele da atriz como mancha de sangue no vestido . Ingresso solidário pelo link: http://vaka.me/1356388

Com uma programação gratuita, o Festival Arte como Respiro – Edição Cênicas encerra neste domingo, com pelas infantis, às 15h e adultas, 20h, pelo site www.itaucultural.org.br. ”Jerônimo em Quarentena” (SP) da Cia. Circo Caramba, traz um palhaço que marcou uma live com sua banda, mas como os colegas não compareceram ele se transforma em uma banda de um homem só. “Histórias de Pijama” (RS) da Varanda Cultura, exibe uma série de vídeos em formas animadas, composto por cinco histórias sobre amor, trabalho e crítica social. “Emotion/Quarentena” reúne retratos de ativistas, artistas e trabalhadores de diferentes contextos sociais do Rio de Janeiro, feitos em maio deste ano, em meio à quarentena, que perpassam afetos e questionamentos. A comédia “Vizinhos” (SP) da Quase Companhia, questiona a relação entre indivíduos que vivem próximos fisicamente, embora estejam pessoalmente distantes. “Sobre o Que Não é Dito”, do grupo goiano de dança Giro8, traz seis bailarinos durante a quarentena, em cenas que revelam parte da rotina de cada um, misturando medo, frustrações, melancolia e felicidade. Já os mineiros do 1º Ato apresentam “InstHabilidade, Estado Permanente”, com bailarinos, no espaço limitado de suas casas e com limites de tato e contato, caindo, levantando, tateando e aprendendo habilidades de lidar com a instabilidade da vida.

Fechando a agenda, a série Teatro #emcasacomsesc traz, às 21h30min, o inédito “Antunes Filho: Sodoma & Gomorra", de Luiz Päetow, em formato de vídeo pré-gravado, pelo Youtube @sescsp e Instagram @sescaovivo. A peça, que faria parte do 29º Festival de Curitiba em abril, cancelado em razão da pandemia, agora volta como uma ação do evento em parceria com o Sesc.  Transcendendo as molduras tradicionais do teatro, reinventado em um contexto ainda mais apocalíptico, o vídeo é construído a partir das pesquisas cênicas do diretor Antunes Filho (1929-2019), que por 37 anos comandou o Centro de Pesquisa Teatral CPT-Sesc, fundado em 1982. O trabalho explora os alicerces da gramática teatral e une reflexão e catarse, em sintonia com os tempos pandêmicos atuais, contando com as participações virtuais de Matheus Nachtergaele, Grace Passô, Christian Malheiros, Elisa Ohtake e Jé Oliveira, entre outros.
.

 

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895