Alcy Cheuiche lança 4ª edição de "Lord Baccarat" em Porto Alegre
capa

Alcy Cheuiche lança 4ª edição de "Lord Baccarat" em Porto Alegre

Livro aborda relação familiar abalada após uma morte

Por
Correio do Povo

Autor lançará livro na Sala Álvaro Moreyra do Centro Municipal de Cultura

publicidade

O autor gaúcho Alcy Cheuiche lança a 4ª edição de "Lord Baccarat" (AGE Editora) nesta quinta-feira, na Sala Álvaro Moreyra do Centro Municipal de Cultura (avenida Erico Verissimo, 307). Às 18h30min, será realizado um bate-papo sobre a questão das drogas, com a participação do autor, de Diza Gonzaga e Sergius Gonzaga, conduzido por Paulo Flávio Ledur. Logo depois, às 19h30min, ocorre a sessão de autógrafos do livro, que chega à sua quarta edição, tendo sido lançado pela primeira vez em 1992.

A narrativa traz a relação familiar entre um pai, Armando, e sua filha, Vavá, que precisam enfrentar a tristeza da perda da mãe da garota. Apesar da relação terna, isso não os torna imunes a problemas sociais. Em momentos em que busca transgressão, a jovem se envolve com o consumo das drogas, o que a leva a perder-se. Armando, dono do barco Avante, busca vingança para aplacar sua sede de justiça. E pretende usar o cavalo Lord Baccarat para alcançar seu objetivo. Enquanto isso, desenrola-se um painel histórico-político do continente, preenchendo de sentido a relação entre os acontecimentos particulares da trama e os substratos contextuais. 

Retrato da vida

No texto de apresentação do livro, o professor universitário e escritor Lucas Zamberlan sublinha a experiência narrativa vertiginosa decorrente da estrutura (os capítulos breves mantêm seu fôlego intenso) e do desenvolvimento cuidadoso dos personagens. “Do mesmo modo, este livro é também uma narrativa sobre o amor e a esperança, sobre o afeto e o recomeço, elementos que resistem como condição humana em cada um de nós”, observa.

Alcy Cheuiche foi patrono da Feira do Livro de Porto Alegre em 2006. Também foi patrono de outras feiras literárias pelo Estado, como em Alegrete, Caçapava do Sul, Gramado, Gravataí e São Sepé. Seus romances carregam fatos históricos em sua ambientação e referências à vida rural. Nascido em Pelotas, o escritor viveu também em Alegrete até se mudar para Porto Alegre para cursar faculdade. Sua trajetória literária aborda não apenas romances, mas também crônicas, peças e poesias.

Como escritor conquistou importantes prêmios literários e culturais, como Ilha de Laytano, Açorianos, Medalha do Mérito Santos Dumont, Medalha Simões Lopes Neto, Troféu Guri, Troféu Charrua. Obteve elogios da sua querência e de outras mais distantes, como o que recebeu da imprensa de Berlim, após lançar seus livros “Sepé Tiaraju” e “Ana Sem Terra” em alemão: “Ler Alcy Cheuiche é o melhor caminho para os que desejam penetrar nos mistérios da literatura brasileira e latino-americana”.