Anne Heche é retirada do suporte vital após acidente

Anne Heche é retirada do suporte vital após acidente

Atriz faleceu em decorrência de lesões cerebrais causadas por um acidente automobilístico em Los Angeles

AFP

Anne Heche morreu aos 53 anos

publicidade

A atriz de Hollywood Anne Heche foi retirada do suporte vital, dois dias depois de ser declarada legalmente morta, vítima de lesões cerebrais causadas por um acidente automobilístico em Los Angeles, informou sua porta-voz.

Heche, que ficou conhecida por estrelar filmes como "Donnie Brasco" (1997), "Seis Dias, Sete Noites" (1998) e "Psicose" (1998), e também por seu relacionamento amoroso com a apresentadora de televisão Ellen DeGeneres, estava em coma desde que bateu seu carro contra uma casa em 5 de agosto.

O corpo da atriz de 53 anos foi mantido em suporte vital até domingo, enquanto a família avaliava a possibilidade de doação de órgãos, respeitando a vontade de Heche, disse a porta-voz Holly Baird.

"Anne Heche foi retirada pacificamente do suporte vital", declarou Baird à AFP nesta segunda-feira, sem informar se os órgãos da atriz puderam ser doados.

O grave acidente de carro há dez dias resultou na destruição de boa parte de uma casa de dois andares no bairro de Mar Vista, em Los Angeles. Foram necessários 59 bombeiros e mais de uma hora para conter e extinguir totalmente as chamas.

Os exames preliminares da sangue de Heche revelaram a presença de drogas, levando a uma investigação criminal de condução sob influência. A polícia de Los Angeles disse que o processo seria encerrado caso a atriz fosse declarada legalmente morta.

Segundo o TMZ, que citou fontes policiais, Heche havia usado cocaína e fentanil, que é usado para aliviar dores.

Heche alcançou a fama com seu papel na novela "Outro Mundo", que lhe rendeu um prêmio Emmy em 1991.


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 1 de maio de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895