Arma cenográfica usada por ator tinha munição real, diz sindicato

Arma cenográfica usada por ator tinha munição real, diz sindicato

Disparo feito por Alec Baldwin matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, no set de filmagens do longa “Rust”

R7

Disparo acidental ocorreu durante as filmagens do filme "Rust"

publicidade

A arma cenográfica que matou uma diretora de fotografia no set de um filme estrelado por Alec Baldwin, que se passa no Novo México, Estados Unidos, continha uma munição real, disse um sindicato de Hollywood em uma mensagem aos membros, segundo publicações da indústria do cinema.

"Uma munição verdadeira foi acidentalmente disparada no set pelo ator principal, atingindo a diretora de fotografia Halyna Hutchins, integrante da Local 600, e o diretor Joel Souza", disse uma filial local do sindicato IATSE aos membros em memorando, de acordo com a Variety e a IndieWire.

Diretora de fotografia morre em set

O ator Alec Baldwin disparou uma arma cenográfica que matou uma mulher e deixou um ferido, na quinta-feira, no set do filme “Rust” no estado americano do Novo México, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé. "O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin", detalha o comunicado.

Hutchins "foi transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pela equipe médica", acrescenta o texto. O diretor Joel Souza, de 48 anos, ficou ferido e foi transportado de ambulância para um centro médico para tratamento de emergência. O incidente ocorreu no Bonanza Creek Ranch, uma famosa locação de filmes nos Estados Unidos.

Veja Também


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895