Arte circense e adaptação de Albert Camus

Arte circense e adaptação de Albert Camus

“O Carteiro”, apresentado por André Sabadino, pode ser conferido gratuitamente às 19h. “Queda” é atração do Teatro #EmCasaComSesc, a partir das 21h

Correio do Povo

“O Carteiro”, apresentado por André Sabadino, pode ser conferido gratuitamente às 19h, pelo YouTube

publicidade

Neste domingo chega ao fim mais uma edição do Sesc Circo, festival que em 2020 migrou de Santa Maria para a web, em cinco dias de programação totalmente gratuita, voltada a crianças, adolescentes e adultos, entre oficinas, conversas, espetáculos e exposição. Com classificação etária livre, “O Carteiro”, apresentado por André Sabadino, pode ser conferido gratuitamente às 19h, pelo Youtube @sescrs. Sob a direção de Natália Preser, o artista interpreta um carteiro à moda antiga,  desenvolvendo acrobacias múltiplas e inusitadas, demonstrando alto nível de conhecimento na bicicleta acrobática. Para que suas correspondências cheguem ao destino final, palhaçadas, dança e improvisos completam o espetáculo, que contará com bate-papo.

Pela série Teatro#EmCasaComSesc, promovida pelo Sesc São Paulo, “Queda” é atração neste domingo, a partir das 21h, pelo Youtube @sescsp e Instagram @sescaovivo. Direto de Belo Horizonte, os atores Aury Porto e Eder Santos partem do romance homônimo de Albert Camus, na adaptação apresentada pela Mundana Cia. Entre 2007 e 2008. A dupla agora faz um novo trabalho cênico-audiovisualo, inspirada pela justiça brasileira, na qual João Batista Clamante, um ex-advogado de sucesso recebe em sua casa um desconhecido e, diante dele, abre seu coração. O personagem revela suas habilidades profissionais e discorre sobre sua personalidade, mas com um propósito na aproximação, revelado apenas no último encontro. A classificação etária é de 14 anos.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895