Beto Bruno apresenta "Depois do Fim", seu novo álbum em show em Porto Alegre
capa

Beto Bruno apresenta "Depois do Fim", seu novo álbum em show em Porto Alegre

Primeira apresentação da carreira solo do cantor ocorre nesta sexta-feira no Opinião

Por
Lou Cardoso

Beto Bruno apresenta seu recomeço musical com show nesta sexta em Porto Alegre

publicidade

Dois mil e dezenove foi um ano desgastante para Beto Bruno. O ponto final da Cachorro Grande, anunciado em dezembro do ano passado, derrubou o emocional do roqueiro natural de Passo Fundo. A banda que liderou durante 20 anos tinha tomado a decisão de encerrar por ali a sua história após muitas brigas e conflitos que chegaram ao seu limite. O verão, que deveria ser uma temporada de descanso, se tornou uma fossa intensa para o cantor. Mas foi neste período mais obscuro que Beto pegou o seu violão e descobriu que acontece depois de um fim. 

Beto Bruno apresenta, pela primeira vez em Porto Alegre, o show do seu primeiro trabalho solo, "Depois do Fim", nesta sexta-feira, às 21h, no Opinião (rua José do Patrocínio, 834). Segundo o roqueiro, o disco é sua versão mais verdadeira como artista. "Libertador. Cada dia eu penso uma coisa diferente, cada vez que eu o escuto, muda alguma coisa. Saiu da minha cabeça, do meu coração, é tudo o que estou passando hoje. Vamos dizer que depois do fim é só o começo", contou. 

Estreando nova carreira 

Lançado em setembro deste ano, "Depois do Fim" já foi apresentado em um show em Belo Horizonte e dois em São Paulo. Beto relembra que as primeiras apresentações foram sensacionais, além de sentir um alívio: "A recepção foi maravilhosa, até para minha surpresa. Foi alto astral e uma energia que eu nunca tinha experimentado."

Já o show desta sexta na capital gaúcha terá um significado muito maior para o roqueiro. "Eu nunca fiz um show solo em Porto Alegre sem a Cachorro Grande. Então, para mim, é de suma importância. Eu sinto uma preocupação enorme com meu trabalho novo e de sentir a reação do público com as músicas novas. Eu estou super nervoso", revelou. 

Por isso, Beto escolheu o show em Porto Alegre para ser registrado no seu primeiro DVD em carreira solo. "Eu me dei conta que não gravamos em Porto Alegre, que é a cidade da onde a Cachorro Grande saiu. Foi onde a gente se conheceu, formou a banda, onde a gente fez um movimento de rock e não temos nenhum DVD gravado aí."

E para o cantor, não bastava ser só em Porto Alegre, mas no Opinião, que é uma casa em que a Cachorro Grande sempre foi acolhida. "Eu lembro que um dos meus sonhos era tocar no Opinião e parecia um sonho muito distante. Eu lembro muito bem da primeira vez que subi naquele palco. Me emocionei e não é diferente até hoje." 

No repertório do show, estarão suas composições inéditas como "Depois do Fim", "A Mais Linda do Verão" e "Porco Garrafa", além de hits da Cachorro Grande. A abertura da noite ficará por conta do seu ex-companheiro de banda, Marcelo Grosso, que também vai apresentar faixas dos seus dois discos solos - "Use o Assento para Flutuar" e "Chumbo & Pluma". 

Recomeço

Na sua empreitada individual, Beto Bruno teve a companhia dos músicos Gustavo X (guitarra), Esteban Tavares (baixo), Pedro Pelotas (piano), Henry Cabreira (guitarra), Sebastião Reis (violão e mandolin) e Eduardo Schuler (bateria) na produção e gravação do seu disco.

A união destes músicos era tudo que Beto precisava durante a  sua fase de despedida da Cachorro Grande. "Eu me vi com uma banda maravilhosa. Eu me sentia sozinho com a Cachorro Grande, agora me sinto bem acompanhado. Eu quero fazer com esta banda nova e com os meus próximos discos, tudo o que já fiz com a Cachorro e muito mais", projetou. 

O fim da Cachorro Grande abalou bastante Beto, apesar de ter defendido a banda até onde pode. "Eu caí no chão. Eu era o maior fã da Cachorro Grande e enterrei esta banda, que era a minha favorita. Eu fui a pessoa que mais vestiu a camisa. Estive a frente de tudo o tempo todo". 

Apesar de todo o carinho que nutria pela banda, Beto pretende deixar o passado de excessos e bagunças para trás. "A gente viveu um sonho e o preço foi cobrado no final. Eu não quero mais isso. Eu nunca estive tão feliz com o resultado de um disco o quanto fiquei com este meu primeiro solo. Eu nunca fiquei tão feliz com uma banda ao vivo. Eu já me emociono com as passagens de som", confessou.

"Eu quero paz na estrada entre todos os integrantes. Na estrada, a fama, acaba se transformando um pouco. Não vou deixar isso acontecer com a minha banda nova. Eu não vou deixar este sonho acabar. A música vai estar sempre em primeiro lugar", completou. 

Depois de um ano que iniciou 'deprê' e termina agora revigorado, Beto Bruno mal pode esperar pelos próximos passos da sua carreira: "Eu estou em frangalhos. Foi um ano difícil, mas de realizações que vou começar a colher no ano que vem." 

Ingressos

Os ingressos para o show estão à venda no site Sympla e nas lojas Verse no Centro Historico (rua dos Andradas, 1444, Galeria Chaves) e no Shopping Lindoia. Os bilhetes também estão disponíveis nas lojas Planet Surf nos shoppings Iguatemi, Praia de Belas, Bourbon Wallig, Barra Shopping Sul e Bourbon Ipiranga. 

Os valores do terceiro lote são R$ 60 (inteiro), R$ 30 (meia-entrada) e R$ 35 (solidário mediante doação de 1kg de alimento não perecível).