Billie Eilish critica revista alemã por usar foto sua alterada e sem autorização em capa
capa

Billie Eilish critica revista alemã por usar foto sua alterada e sem autorização em capa

Nylon Alemanha retirou imagem alterada para mostrar a cantora careca e sem camisa

Por
Correio do Povo

Cantora, que venceu três vezes no MTV Video Music Awards nesta semana, assinou com um emoji de um gesto do dedo médio

publicidade

Fenômeno em ascensão no mundo pop, a cantora norte-americana Billie Eilish, de 17 anos, usou as redes sociais para criticar a revista Nylon Alemanha por exibir uma foto sua editada – sem roupas e sem cabelo –, e sem consentimento, em sua capa. Em uma postagem no Instagram da marca, agora excluída, a jovem deixou um comentário longo contra a publicação: “Vocês realmente fizeram uma foto minha sem camisa??? Isso não é real?? Aos 17 anos? E fazer da capa???? Mesmo que a foto parecesse uma versão minha em robô… eu não consenti isso de forma alguma”, disse.

Ela terminou seu comentário completo com: “E você vai remover todo o meu cabelo? Boooooooooo para você”. A cantora, vencedora três vezes no MTV Video Music Awards nessa semana, assinou com um emoji de um gesto do dedo médio. Em meio ao frenesi das mídias sociais e ao intenso debate online, a revista removeu o post ofensivo, substituiu uma imagem semelhante com as gêmeas alemãs Lena e Lisa e disse: “Nós da Nylon Alemanha valorizamos e defendemos a liberdade artística, mas também respeitamos os sentimentos dela e seus fãs. Nós próprios somos fãs”.

“Para esta capa, nunca foi nossa intenção criar um visual que seja confuso ou ofensivo para Billie Eilish. Sempre foi nossa intenção honrar o impacto de Billie e seu trabalho criando este avatar que faz parte de uma série de capas que destaca o poder dos artistas da era digital. Este avatar é uma obra de arte em 3D criada em dedicação às suas realizações e ao efeito positivo que ela teve em milhões em todo o mundo – incluindo em nós”.

A edição americana da revista sentiu-se compelida a se distanciar da controvérsia. "A Nylon América é uma empresa diferente da Nylon Alemanha", afirmou, também nas mídias sociais, "e discordamos totalmente da decisão de se apropriar da imagem de Billie Eilish sem o seu consentimento. Nylon America lamenta muito a Billie e seus fãs. Nós amamos Billie e tudo o que ela representa. Sua mensagem para as mulheres jovens é importante e prometemos continuar ajudando a divulgá-la adequadamente”, concluiu.