Bond deve continuar a ser vivido por um homem, diz produtora

Bond deve continuar a ser vivido por um homem, diz produtora

Barbara Broccoli revelou detalhes sobre ator que irá substituir Daniel Craig no papel do espião 007 a partir do próximo filme

R7

Daniel Craig vive James Bond pela última vez em "Sem Tempo para Morrer"

publicidade

Como "007 - Sem Tempo para Morrer" é o último filme com Daniel Craig no papel do espião James Bond, fãs e a mídia especializada especulam quem assumirá o lugar do ator na franquia.

A produtora Barbara Broccoli, que comanda os filmes de 007 ao lado do irmão Michael G. Wilson, deu mais detalhes sobre o novo intéprete do personagem em entrevista para o The Hollywood Reporter.

Entre os boatos, fãs apostavam e alguns até pediam que Bond fosse vivido por uma mulher, mas Barbara diz que talvez isso não aconteça.

"Acredito que será um homem, porque não penso que uma mulher deva interpretar James Bond", explica a produtora.

"Eu acredito em criar personagens para mulheres, e não apenas colocar mulheres para interpretar papeis masculinos. Eu não acho que existam tantos papeis ótimos para as mulheres, e é muito importante para mim que façamos filmes para mulheres sobre mulheres", continuou Barbara.

Barbara também falou sobre a nacionalidade do novo intérprete: "Ele deve ser britânico, mas isso significa qualquer [etnia ou raça]".

Barbara disse que o momento é de aproveitar o último filme de Daniel Craig no papel: "Eu quero que esse filme seja exibido e realmente celebrar as conquista incríveis de Daniel ao longo de 16 anos".

A produtora dá pistas de que não deve revelar tão cedo a escolha do próximo Bond: "As pessoas sempre pergunta quem vai ser o próximo James Bond. É como perguntar a uma noiva que está prestes a subir ao altar quem será seu próximo marido. Eu realmente não quero pensar sobre quem será a próxima pessoa até ter que fazer isso para valer".

"Sem Tempo para Morrer" é um sucesso de bilheteria, tendo arrecadado até o momento mais de US$ 760 milhões mundialmente, algo em torno de R$ 4,2 bilhões. Confira o trailer.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895