capa

"Chacrinha: O Velho Guerreiro" lidera indicações do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2019

Cerimônia ocorre em 14 de agosto

Por
Correio do Povo

Stepan Nercessian foi indicado ao 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro por "O Chacrinha: O Velho Guerreiro"

publicidade

A Academia Brasileira de Cinema divulgou, nesta segunda-feira, a lista dos indicados ao 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. 

A cinebiografia "Chacrinha: O Velho Guerreiro", de Andrucha Waddington, lidera a disputa em 12 categorias, seguido por "O Grande Circo Místico", de Cacá Diegues, com 10 indicações e "Benzinho", de Gustavo Pizzi, com 9. A cerimônia de entrega do Troféu Otelo ocorre em 14 de agosto.

A edição deste ano incluiu quatro novas categorias: Melhor Filme Ibero-Americano lançado no Brasil, Melhor Série Brasileira de Produção Independente em Ficção, Documentário e Animação. 

O público também pode votar nos seus favoritos através do voto popular nas seguintes categorias: Melhor Longa-Metragem de Ficção, Melhor Longa-Metragem Documentário, Melhor Longa-Metragem Estrangeiro e Melhor Longa-Metragem Ibero-Americano.

Homenagem

A homenageada da 18ª edição é a atriz Zezé Mota, que soma mais de 50 anos de carreira atuando ou no cinema ou na televisão brasileira. Cantora, ativista e mãe de seis filhos, Zezé tem no seu currículo 14 discos, 35 novelas e mais de 40 filmes. 

Confira a lista completa das 36 indicações no site do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

Confira as principais indicações:  

Melhor Longa-Metragem de Ficção: 
"A Voz do Silêncio"
"Benzinho"
"Chacrinha: O Velho Guerreiro"
"O Grande Circo Místico" 
"O Paciente: O Caso Tancredo Neves"

Melhor Longa-Metragem Documentário
"A Luta do Século"
"Ex Pajé"
"My Name Is Now, Elza Soares"
"O Processo"
"Todos os Paulos do Mundo"

Melhor Longa-Metragem Infantil 
"Detetives do Prédio Azul 2 - O Mistério Italiano"
"O Colar de Coralina"

Melhor Longa-Metragem Comédia 
"Minha Vida em Marte
"Mulheres Alteradas"
"Não se Aceitam Devoluções"
"Os Farofeiros"
"Todas as Razões Para Esquecer"
"Uma Quase Dupla"

Melhor Direção 
Aly Muritiba, por "Ferurgem"
Andrucha Waddington, por "Chacrinha: O Velho Guerreiro"
Carolina Jabor, por "Aos Teus Olhos"
Gabriela Amaral Almeida, por "O Animal Cordial"
Gustavo Pizzi, por "Benzinho"

Melhor Atriz 
Adriana Esteves, por "Canastra Suja"
Débora Falabella, por "O Beijo no Asfalto"
Gace Passô, por "Praça Paris"
Karine Teles, por "Benzinho"
Marjorie Estiano, por "As Boas Maneiras"

Melhor Ator 
Daniel de Oliveira, por "10 Segundos Para Vencer"
Lázaro Ramos, por "O Beijo no Asfalto"
Murilo Benício, por "O Animal Cordial"
Otávio Müller, por "Benzinho"
Othon Bastos, por "O Paciente: O Caso Tancredo Neves"
Stepan Nercessian, por "O Chacrinha: O Velho Guerreiro"

Melhor Atriz Coadjuvante 
Adriana Esteves, por "Benzinho"
Fernanda Montenegro, por "O Beijo no Asfalto"
Gilda Nomacce, por "As Boas Maneiras"
Laura Cardono, por "Encantados"
Marjorie Estiano, por "Paraíso Perdido"
Sandra Coverloni, por "10 Segundos Para Vencer"

Melhor Ator Coadjuvante 
Ailton Graça, por "Mare Nostrum"
Enrique Diaz, por "Ferrugem"
Matheus Nachtergaele, por "O Nome da Morte"
Milhem Cortaz, por "Canastra Suja"
Otávio Müller, por "O Beijo no Asfalto"
Otávio Müller, por "O Paciente: O Caso Tancredo Neves"

Melhor Direção de Fotografia 
Fernando Young, por "Chacrinha: O Velho Guerreiro"
Gustavo Hadba, por "Motorrad"
Gustavo Hadba, por "O Grande Circo Místico"
Lula Carvalho, por "10 Segundos Para Vencer"
Mauro Pinheiro, por "Unicórnio"
Walter Carvalho, por "O Beijo no Asfalto"

Melhor Roteiro Original 
Aly Muritiba e Jessica Candal, por "Ferrugem"
André Ristum, por "A Voz do Silêncio"
Claudio Paiva, Julia Spadaccini e Carla Faour, por "Chacrinha: O Velho Guerreiro"
Gabriela Amaral Almeida, por "O Animal Cordial"
Juliana Rojas e Marco Dutra, por "As Boas Maneiras"
Karine Teles e Gustavo Pizzi, por "Benzinho"

Melhor Roteiro Adaptado
Carlos Dieges e George Moura, por "O Grande Circo Místico"
Felipe Hirsh, por "Severina"
Gustavo Lipsztein, por "O Paciente: O Caso Tancredo Neves"
Jorge Furtado, Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, por "Rasga Coração"
Murílio Benício, por "O Beijo no Asfalto"

Melhor Direção de Arte 
André Weller, por "Unicórnio"
Artur Pinheiro, por "O Grande Circo Místico"
Dina Salem Levy, por "Benzinho"
Marcos Flaksman, por "O Paciente: O Caso Tancredo Neves"
Rafael Targat, por "Chacrinha: O Velho Guerreiro"

Melhor Longa-Metragem Estrangeiro
"A Forma da Água"
"Bohemian Rhapsody"
"Infiltrado na Klan"
"Me Chame Pelo Seu Nome"
"Nasce Uma Estrela"
"The Square - A Arte da Discórdia"
"Três Anúncios Para Um Crime"

"Melhor Longa-Metragem Ibero-Americano 
"A Noiva do Deserto" (Argentina) 
"Alguém Como Eu" (Brasil, Portugal)
"As Herdeiras" (Paraguai, Alemanha, Uruguai, Noruega, França, Brasil)
"Cachorros" (Chile)
"Uma Noite de 12 Anos" (Argentina, Espanha, Uruguai)

Melhor Série brasileira de Animação 
"Boris e Rufus"
"Cupcake e Dino: Serviços Gerais"
"Irmão do Jorel"
"Vivi Viravento"
"O Show da Luna!"

Melhor Série Brasileira Documentário
"Aeroporto - Área Restrina"
"Arquitetos"
"De Carona com os Óvnis"
"Mil Dias - A Saga da Construção de Brasília"

Melhor Série Brasileira de Ficção
"A Lei do Riso - Crimes Bizarros"
"Escola de Gênios"
"Mostra Tua Cara!"
"Natália"