CHC Conecta apresenta versão local de “O Patinho Feio”

CHC Conecta apresenta versão local de “O Patinho Feio”

“Caravana da Fantasia Conta o Patinho Feio” é assinada pela Cia. Tríade

Peça aborda temas como bullying, preconceito e discriminação, com nuances sociais

publicidade

Pelo programa CHC Conecta, do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, “Caravana na Fantasia conta O Patinho Feio” tem apresentação nesta quinta, a partir das 20h, no YouTube @ CHC Santa Casa. A Cia. Tríade esta à frente da versão local, adaptada da obra de Hans Christian Andersen, por Ronald Radde e Reissoli Moreira, que também assina a direção. No elenco estão Clarissa Siste, Dudu Xavier, Júlia Estran e Natália Montei. Os ingressos estão à venda pelo Sympla.

Uma trupe de artistas mambembe sai pelo mundo contando histórias para crianças, em especial “O Patinho Feio”, que aborda temas atuais, como bullying, preconceito e discriminação, com nuances sociais. Diferente do conto original, onde o personagem sofre discriminação em casa, renegado pela suposta mãe, que o abandona à própria sorte por ser diferente de seus irmãos, aqui ele tem uma mãe cuidadosa e preocupada com os constantes ataques que o filho sofre dos outros animais, de quem recebe a alcunha de Patinho Feio. Para evitar o sofrimento da mãe, que o defende com muita garra, ele foge da fazenda onde vive, enfrentando os perigos da floresta em busca de amizades.

Depois de tanto perambular, já crescido, tem uma bela surpresa, ao se deparar com sua imagem refletida no lago, onde vê que se transformou em um belo cisne negro, que por ser uma espécie rara, é considerado o príncipe dos cisnes. Tudo é narrado por um pescador que afirma ter vivenciado a saga do “Patinho Feio” na fazenda em que morava, onde tinha o lago, mas o animalzinho mal conseguia nadar, por ser desengonçado, e constantemente criticado. A trama dialoga com o público infantil numa linguagem musical de fácil assimilação, buscando através do lúdico, estimular o convívio com as diferenças e preservação de valores como o respeito. Com 45min de duração, tem classificação etária livre

 

 

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895