Chris Rock se manifesta pela primeira vez após tapa de Will Smith: "Processando o que aconteceu"

Chris Rock se manifesta pela primeira vez após tapa de Will Smith: "Processando o que aconteceu"

Academia avalia "ações" depois de episódio na cerimônia do Oscar

AFP

Chris Rock se manifestou pela primeira vez após agressão

publicidade

O comediante Chris Rock quebrou o silêncio nesta quarta-feira (30) sobre o tapa que levou de Will Smith durante a cerimônia do Oscar no domingo, enquanto a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood iniciou uma ação disciplinar contra o ator. "Ainda estou processando o que aconteceu", disse Rock durante um show lotado em Boston, de acordo com a Variety.

Rock, vestido de branco, foi ovacionado pelo público, informou a revista. "Não tenho muito a dizer sobre o que aconteceu, se você veio me ouvir falar sobre isso, eu tenho um show inteiro que escrevi antes deste fim de semana (...) Em algum momento eu vou falar sobre essa merda. E será sério e engraçado", disse.

Durante a entrega dos maiores prêmios de Hollywood, Chris Rock fez uma piada sobre a aparência da esposa de Will Smith, Jada Pinkett Smith, que sofre de alopecia, uma doença que provoca perda de cabelo. O ator, por sua vez, reagiu subindo no palco e agredindo o comediante com um tapa no rosto, para depois voltar a seu assento e proferir palavras de baixo calão a Chris Rock.

Smith se recusou a deixar a cerimônia do Oscar depois do episódio, informou nesta quarta-feira a Academia em um comunicado. "Gostaríamos de esclarecer que pedimos ao Sr. Smith que se retirasse da cerimônia e ele recusou, mas também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de maneira diferente".

Procedimento disciplinar 

A Academia, responsável pela premiação, informou que uma ação disciplinar foi tomada contra Smith, 53 anos, pelo ataque que ofuscou a maior noite de Hollywood e foi visto por milhões de pessoas.

"A Junta de Governadores iniciou hoje um processo disciplinar contra o Sr. Will Smith por violar o estatuto de conduta da Academia, incluindo contato físico inapropriado, comportamento ameaçador ou abusivo e comprometendo a integridade da Academia", disse o comunicado.

"O Sr. Smith está sendo notificado com pelo menos 15 dias de antecedência da votação sobre suas violações e sanções, e a oportunidade de ser ouvido com antecedência por meio de uma resposta por escrito."

"Na próxima reunião do conselho em 18 de abril, a Academia tomará medidas disciplinares que podem incluir suspensão, expulsão e outras sanções permitidas por regulamentos e estatutos de conduta".

A agência está sob forte pressão para responder adequadamente ao incidente que ofuscou a cobertura da premiação luxuosa e roubou os holofotes.

Depois de dar um tapa em Rock, Smith subiu ao palco novamente para receber o Oscar de melhor ator por seu papel principal em "King Richard: Criando Campeãs". Em um longo discurso, o ator não mencionou diretamente o ataque, mas comentou: "O amor leva você a fazer loucuras".

A Academia condenou o incidente na segunda-feira e anunciou uma revisão formal. Pouco depois, Smith emitiu um pedido formal de desculpas, enquanto sua esposa postou uma declaração no Instagram dizendo que esta era "um tempo de cura".

"Traumatizada"

A co-anfitriã do Oscar, Wanda Sykes, disse nesta quarta-feira que se sentiu fisicamente mal após o evento e disse que Smith deveria ter sido removido da sala. "Foi horrível, me sinto fisicamente mal e ainda estou um pouco traumatizada", declarou no talk-show de Ellen DeGeneres.

"Ter permissão para estar naquela sala e aproveitar o resto do show e aceitar seu prêmio foi como, 'Quão ruim pode ter sido isso?' Ele enviou a mensagem errada", disse Sykes, que apresentou a cerimônia junto com Amy Schumer e Regina Hall.

"Se você atacar alguém, você deveria ser escoltado para fora do prédio e pronto. Mas eles o deixaram ficar. Parecia errado para mim", acrescentou. Sykes também comentou que havia falado com Rock após a cerimônia. "A primeira coisa que ele disse foi: 'Sinto muito'. Mas eu disse: 'Pelo que você está se desculpando?' Ele disse: 'Esta deveria ser a sua noite'." "'Você e Amy (Schumer) e Regina (Hall) estavam fazendo um trabalho incrível. Sinto muito que seja sobre isso agora'", disse Rock a Sykes, de acordo com ela.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895