Cine Ceará 2019 termina nesta sexta com entrega do troféu Mucuripe
capa

Cine Ceará 2019 termina nesta sexta com entrega do troféu Mucuripe

Evento também terá homenagem ao ator Matheus Nachtergaele e a exibição do longa metragem “Pacarrete”

Por
Marcos Santuario

Cine Ceará teve abertura no último dia 30

publicidade

Será com homenagem ao ator Matheus Nachtergaele e a exibição do longa metragem “Pacarrete” que termina nesta sexta-feira a 29ª edição do Cine Ceará. Antes disso ocorre a esperada entrega do troféu Mucuripe aos vencedores desta edição do Festival. Iniciado no último dia 30, o Cine Ceará 2019 abriu com a exibição do filme “A Vida Invisível”, escolhido como representante brasileiro na corrida pelo Oscar de Melhor Filme Internacional (categoria antes conhecida como Melhor Filme Estrangeiro).

Com a presença do diretor, Karin Aïnouz, e de autoridades da cultura e da política, incluindo os ex-candidatos à presidência da república Fernando Haddad e Ciro Gomes, a noite foi de homenagem e manifestações. Homenagem para Aïnouz, diretor cearense que brilhou em Cannes e agora ruma à disputa pelo Oscar; e manifestações por parte de estudantes e membros do universo da cultura, em relação a algumas das políticas governamentais atuais. 

Natural de Fortaleza, Karim Aïnouz tem uma relação de longa data com seu estado, com os organizadores do evento e com o próprio Cineteatro São Luiz, palco da sessão de abertura e primeira sala de cinema frequentada pelo realizador.

Realizada no dia do afastamento do presidente da Agência Nacional de Cinema, Christian de Castro Oliveira, ocorrido na tarde da mesma sexta dia 30, a abertura do Cine Ceará 2019 se mostrou um ato de defesa da Ancine. Para além das manifestações, o início do evento foi marcado pela presença da equipe de “A Vida Invisível”, cujas figuras principais são todas mulheres, com destaque para Carol Duarte, Julia Stockler e Fernanda Montenegro. Grande dama do Cinema Brasileiro, Fernanda assistiu ao filme pela primeira vez no Cine Ceará, dando show de delicadeza e simpatia no palco. Ela revelou que já era uma admiradora de Aïnouz pelos trabalhos em “Madame Satã” e “O Céu de Suely”. 

“A Vida Invisível” teve primeira exibição no Cine Ceará, após consagrações como o prêmio no Festival de Cannes (Melhor Filme da Mostra Un Certain Regard) e a pré-seleção ao Oscar. No decorrer da semana o Festival teve longas e curtas em competição, homenagem para atriz Lília Cabral, filme de Rosemberg Cariri (“Notícias do Fim do Mundo”), de Wolney Oliveira (“Soldados da Borracha”), de Armando Praça (“Greta”), e debates realizados no Hotel Oásis Atlântico.

Hoje, após a premiação dos vencedores do Cine Ceará 2019, no Cine São Luiz, o ator Matheus Nachtergaele sobe ao palco para ser homenageado e a noite termina com a exibição do longa “Pacarrete”, de Alan Deberton, vencedor de oito Kikitos na recente edição do Festival de Cinema de Gramado. Já presente em Fortaleza durante a semana, Deberton lembrou da felicidade da premiação em Gramado. “Foi sensacional estar no Festival e sair com os prêmios, que já me abriram enormes caminhos", resumiu.