Cinemateca Capitólio reabre em Porto Alegre nesta terça-feira

Cinemateca Capitólio reabre em Porto Alegre nesta terça-feira

Filme 'Jules e Jim' marca a reabertura do espaço

Cena do filme 'Jules e Jim' (França, 1962)

publicidade

Após 15 meses sem receber o público presencialmente, tendo encerrado suas projeções no dia 14 de março de 2020, a Cinemateca Capitólio (rua Demétrio Ribeiro, 1085), Centro de Porto Alegre, retoma a programação da sala de cinema nesta terça-feira, às 18h, com a exibição do clássico “Jules e Jim – Uma Mulher para Dois”, obra-prima do cineasta francês François Truffaut (1962). A exibição conta com o apoio da Cinemateca da Embaixada da França.
A sessão tem entrada franca e é aberta ao público, com retirada de senhas a partir das 17h30min, sendo parte dos ingressos reservada a convidados da Secretaria Municipal da Cultura.
A partir de quarta-feira, 7 de julho, entram em cartaz os longas-metragens gaúchos “Disforia”, de Lucas Cassales, e “Aos Olhos de Ernesto”, de Ana Luiza Azevedo. O momento marca uma primeira fase da tão esperada reabertura da sala de cinema, ainda com apenas uma sessão por dia, de terça a domingo, sempre às 17h.
Embora a Cinemateca Capitólio estivesse fechada para atividades com público em sua sala de cinema, o espaço da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre efetivamente nunca paralisou suas atividades. O atendimento aos pesquisadores, bem como o recebimento de doações e organização do acervo, entre outras atividades no prédio (como testes de filmes, gravações de lives e entrevistas) seguiram ocorrendo conforme a possibilidade e atendendo aos protocolos de segurança e aos decretos municipais. Uma organização interna da própria equipe permitiu manter ao longo dos últimos meses as atividades essenciais em operação, bem como a manutenção preventiva e corretiva nos ambientes da Cinemateca.
Já que o público não poderia vir até a Cinemateca, diversas atividades culturais e de difusão migraram para o ambiente virtual. Vale destacar a curadoria on-line, que durante meses indicou filmes para os seguidores do espaço nas redes sociais, além da criação do projeto de difusão do acervo, o Histórias do Cinema Gaúcho e Cartazes do Cinema Gaúcho, ampliando o conhecimento do público sobre o trabalho desenvolvido pela instituição e dos raros arquivos por ela salvaguardados. Além disso, o Programa de Alfabetização Audiovisual seguiu com seu trabalho de atendimento aos professores e alunos da comunidade escolar porto-alegrense, oferecendo cursos como o Cinema Negro na Escola e a realização do 12º Festival Escolar de Cinema.
Para a retomada da programação presencial, uma série de adaptações para a utilização do espaço foram implementadas, como o estabelecimento de limite de espectadores por sessão (30% de ocupação), distanciamento entre os presentes, sendo bloqueados os acentos demarcados, além do uso obrigatório de máscara durante toda a sessão e o incentivo à higienização constante das mãos.
CLÁSSICO. Hoje a sessão de abertura será 18h com a exibição de “Jules e Jim” (105 minutos). Na narrativa, baseada no romance homônimo do escritor Henri Roche, dois artistas, vividos por Oskar Werner e Henri Serre, estão na Paris do início do século XX. Eles acabam se apaixonando pela mesma mulher, vivida pela atriz Jeanne Moreau. Mas com a eclosão da guerra, o triângulo se desfaz. 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895