Com show voz e violão, Mallu Magalhães relembra carreira

Com show voz e violão, Mallu Magalhães relembra carreira

Cantora retoma os palcos brasileiros com a turnê "Estrela Polar" nesta quinta-feira em Porto Alegre

Lou Cardoso

Mallu Magalhães toca os principais hits em Porto Alegre nesta quinta-feira

publicidade

Mallu Magalhães volta a Porto Alegre nesta quinta-feira, onde se apresenta no Bar Opinião (rua José do Patrocínio, 834) a partir das 22h com a turnê chamada "Estrela Polar", em que reúne os seus principais sucessos apenas com voz e violão. A proposta na retomada aos palcos brasileiros é apresentar as suas músicas de maneira simples e exatamente como foram compostas. “As canções surgem da voz e violão. É uma turnê curiosa e bonita, porque traz à tona todas as nuances e as belezas da composição, traz uma valorização maior a elas”, enfatizou.

Para Mallu, o formato deste show acústico e intimista é um dos seus favoritos por se aproximar dos fãs. “É um formato que eu gosto muito, onde eu me sinto conectada com o público, além de ser um show bastante prático que dá para fazer em qualquer lugar. É flexível e orgânico. E tem a questão musical que acho que fica bem bonito”, afirmou.

Além de canções do último álbum “Vem, como “Casa Pronta” e “Você Não Presta”, Mallu relembrará faixas da Banda do Mar, projeto idealizado ao lado do marido, o cantor Marcelo Camelo, e do baterista português Fred Ferreira. 

Música nas terras portuguesas

Mesmo morando em Portugal com Camelo, desde 2011, Mallu afirmou que não consegue ficar muito tempo longe do Brasil. “Não consigo passar mais de dois ou três meses fora. Eu gosto muito daqui. Voltar não é uma opção, é um fato”, declarou. “Nunca senti que deixei o Brasil ou que mudei, eu só viajo muito pelos países, cidades, então é uma relação tranquila. Não dá tempo de eu ter saudades porque volto antes de ter”, brincou.

A mudança para as terras lusitanas influenciaram, de certa forma, a sua musicalidade: “Pela proximidade, os amigos e os lugares que passei a frequentar, tem muita coisa legal rolando. É uma cidade calma, é legal para descansar e desenvolver ideias”, explicou. Entre as suas artistas preferidas, ela citou a cantora Raquel Tavares, que inclusive gravou uma música de Mallu. “Ela tem muita personalidade no canto, que é muito bonito.”

Feliz, mas “com fome de bola”

Prestes a completar 26 anos no fim de agosto, casada e mãe de Luísa, de dois anos, a cantora afirmou que se sente completa tanto pessoal quanto profissionalmente. Mas, de alguma forma, ela sempre será inquieta com a sua vida: “Eu sou uma pessoa muito realizada. Embora eu sinta que sempre vai ter algum projeto pela frente. Eu acho que essas conquistas e coisas boas me influenciam positivamente a ser mais apta e mais corajosa. Eu continuo com fome de bola. Passa os anos e parece que eu continuo querendo fazer coisas novas que nem quando eu estava começando”.

Mallu adiantou que já trabalha no sucessor de “Vem”, lançado em 2018, e a tendência é que o show que traz a Porto Alegre influencie: “Vou tentar fazer um disco com menos elementos, algo mais minimalista, se eu conseguir”, brincou. “Estou experimentando um pouco de outros idiomas com parceiros. Algumas experiências com sintetizadores, instrumentos que nunca usei. E claro, as turnês, estou sempre animada para tocar por aí”, concluiu. 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895