Começa hoje em Pelotas o 10° Festival Internacional Sesc de Música

Começa hoje em Pelotas o 10° Festival Internacional Sesc de Música

Abertura do evento, que tem na programação 60 espetáculos, será com a Orquestra Jovem Sesc Roraima

Correio do Povo

Orquestra Jovem Sesc Roraima abrirá o 10° Festival Internacional Sesc de Música

publicidade

Com uma programação totalmente gratuita, começa nesta segunda-feira o 10° Festival Internacional Sesc de Música, em Pelotas, oferecendo 60 espetáculos e 24 cursos, com músicos de 14 países. Valorizando a música de concerto, mas com interlocuções com a música instrumental e popular, a iniciativa do Sistema Fecomércio-RS/Sesc, com apoio da Prefeitura Municipal de Pelotas e de mais dez entidades, destacará os 250 anos de nascimento de Ludwig van Beethoven.

As obras do mestre estarão em recitais e no concerto de encerramento, com a participação do grupo circense local Tholl, dia 31, no Largo do Mercado Público. E ainda os 40 anos de carreira de Kleiton & Kledir, músicos que projetaram sua terra natal para o Brasil e o mundo e tocarão no próximo sábado, junto à Orquestra do Theatro São Pedro, na Praia do Laranjal.

Quem não estiver na cidade histórica poderá acompanhar estes eventos, assim como a abertura, hoje, e as apresentações dos dias 24 e 26, sempre às 20h30min, pelo site do Sesc, onde constam todos os detalhes da agenda. 

Pela manhã o festival promove as classes (workshops) com 53 professores e 400 alunos; à tarde, ensaios e em todos os turnos, apresentações para a comunidade. Os recitais de professores acontecem às 19h, com performances inéditas do Brasil de integrantes das mais reconhecidas orquestras europeias e formações únicas, reunindo músicos que nunca tocaram juntos.

Questão social

Nomes consagrados, como o compositor e bandolinista Hamilton de Holanda e o pianista, arranjador, compositor e multi-instrumentista André Mehmari dividirão a grade com orquestras jovens, das mais diversas regiões do Brasil, formadas por participantes de programas sociais, muitos deles em situação de vulnerabilidade, que terão a oportunidade de ver de perto as possibilidades que são abertas pela dedicação ao estudo da música.

Vindos do Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe, terão aulas no Festival e formarão a Orquestra Jovem Sesc.“Muitos destes jovens observam a música como profissão, ingressando na universidade e tendo esperança de dias melhores”, diz o gerente de Cultura do Sesc/RS, Sílvio Bento.

Serão palco do evento, o Conservatório de Música da UFPel, hospitais, igrejas, um parque, um shopping e um asilo de mendigos. Não poderiam ficar de fora, na cidade de tradição doceira, caracterizada pelo seu belo patrimônio histórico e arquitetônico, o Castelo Simões Lopes Neto, a Bibliotheca Pública Pelotense e o Theatro Guarany, que sediará os concertos finais, a cada noite.

Neste local são distribuídas senhas, na bilheteria, limitadas a duas por pessoa, devendo ser retiradas de hoje a quinta, para atrações de 23, 26 e 27; e de 26 a 30 deste mês, para os espetáculos de 28 ao dia 30. Mas diariamente serão disponibilizados mais cem ingressos. A organização sugere a doação de 1 kg de alimento.

A abertura, hoje, será com a Orquestra Jovem Sesc Roraima, às 16h30min, na Bibliotheca Pública Pelotense. A seguir tem vez o tradicional Cortejo Musical, às 18h, no Largo do Mercado Público. E a Orquestra Jovem Sesc Pará, composta por 72 músicos, às 20h30min, no Theatro Guarany. 


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta segunda-feira, dia 22 de julho de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895