Compositor italiano Ennio Morricone morre aos 91 anos

Compositor italiano Ennio Morricone morre aos 91 anos

Vencedor de dois Oscars e autor de diversas trilhas para o cinema, o artista estava internado em uma clínica na Itália

Helder Maldonado, do R7

Ennio Morricone morreu aos 91 anos na Itália

publicidade

Compositor de trilhas de filmes como O Bom, o Mau e o Feio, A Missão e Cinema Paradiso, Ennio Morricone morreu aos 91 anos nesta segunda-feira (6) na Itália.

Segundo veículos de imprensa locais, ele estava internado em uma clínica depois que sofreu queda e teve fratura de fêmur recentemente.

No entanto, o quadro clínico dele piorou desde o acidente e o músico morreu nesta madrugada, de acordo com informações de parentes.

O artista ganhou dois Oscars e dezenas de outros prêmios, incluindo Globos de Ouro, Grammys e BAFTAs. Seu último Oscar foi em 2016, quando foi teve a trilha sonora original de Os Oito Odiados, de Quentin Tarantino.

Nesse trabalho específico, Morricone chegou a recusar a parceria com o cineasta americano, mas negociou para que pudesse compor de uma forma que rompesse com a sonorização de filmes ocidentais. A odeia foi aceita e o reconhecimento da academia provou que Morricone estava correto.

Em 2007, ele já havia recebido um Oscar honorário por sua abundante e elogiada carreira musical, com trilhas compostas para mais de cem filmes, incluindo os faroestes de Clint Eastwood na década de 1960.

O último prêmio recebido pelo compositor foi o Princesa das Astúrias de Artes da Espanha, há duas semanas.

Ennio deixa quatro filhos: Marco, Andrea, Alessandra e Giovanni.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895