Dona Conceição lança clipe “Sétimo Sentido”

Dona Conceição lança clipe “Sétimo Sentido”

Produção é resultado de projeto selecionado em edital

Músico Dona Conceição lança novo clipe

publicidade

O cantor e compositor Dona Conceição começa o ano de 2021 apresentando o clipe de “Sétimo Sentido”, uma das músicas do seu novo trabalho, o EP “Amor e Água”, no seu canal no YouTube. Gravado em Alvorada, com elenco majoritariamente da cidade, traz a estética de um fashion filme.  

O clipe foi dirigido por Dona Conceição e Luís Ferreirah, responsável também pela fotografia. Ambos, ao lado de Bruno Amaral, assinam a letra da canção, com arranjo de João Pedro Cé. "Sétimo Sentido’ trata sobre afetividade na sua grandeza e simplicidade pelo olhar de um homem negro; a construção da narrativa do afeto, desejo, amor, historicamente negadas a negros e negras”, define Dona Conceição. Ele acrescenta: “Quero falar sobre isso e reconstruir um imaginário que dê conta de curar essas marcas. É sobre isso que trata o ‘Sétimo Sentido’. Temos o direito de amar livremente”.  

O trabalho é resultado do edital Tem Preto No Sul, ganhador do Natura Musical de 2019, que selecionou três músicos negros do Rio Grande do Sul, os quais receberam uma residência artística, oficinas de produção musical, composição e expressão corporal. Além da gravação em estúdio profissional de um EP de três faixas para cada artista, o projeto incluiu ensaio fotográfico, diagramação das capas, impressão e prensagem de 200 cópias de cada EP, com o objetivo de profissionalizar e valorizar os artistas negros do RS. 

Cantor, percussionista, compositor, poeta e cineasta, Dona Conceição, natural de Alvorada, é um artista que denuncia o racismo e o genocídio da juventude negra por meio da arte. Em 2018, gravou “Asè de Fala”, álbum autoral e independente, do qual assina a direção musical, com participação do músico Pedro Dom em três faixas. O artista também fez a produção musical em parceria com o músico Wagner Lagemann.

 

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895