Duas obras de Frida Kahlo são leiloadas em Nova Iorque
capa

Duas obras de Frida Kahlo são leiloadas em Nova Iorque

Uma das peças foi arrematada por 5,8 milhões de dólares

Por
AFP

Obras de Frida Kahlo foram leiloadas nessa quarta

publicidade

Duas obras da artista mexicana Frida Kahlo (1907-1954) foram negociadas na quarta-feira no leilão de arte latino-americana da Christie's em Nova Iorque. O misterioso "A dama de branco" (1929), grande retrato de uma mulher não identificada, começou o leilão com o preço de 2,4 milhões de dólares, mas foi vendido pela quantia de 5,8 milhões de dólares.

"Pelo tamanho do retrato e a delicadeza da obra, sabemos que era alguém próximo a Frida Kahlo", declarou Virgilio Garza, diretor do departamento de arte latino-americana de Christie's. Sempre se acreditou que a mulher era Dorothy Brown Fox, uma amiga americana de Frida.

Segundo investigação recente do historiador de arte Luis Martín Lozano, no entanto, a retratada é Elena Boder, uma imigrante russa que chegou ao México fugindo da revolução bolchevique, amiga de Frida na escola e que, depois de emigrar para os Estados Unidos, se tornaria uma famosa neurocirurgiã.

O quadro "Cesta com flores" (1941) foi vendido por 3,1 milhões de dólares. Pintada a óleo em uma placa de bronze, "Cesta com flores" mostra uma cesta cheia de rosas, margaridas, girassóis, dálias e orquídeas que atraem uma abelha, uma borboleta azul e um beija-flor.

Realizado no momento de maior maturidade como artista, quando já era reconhecida internacionalmente, também marca uma fase de felicidade na vida de Frida, quando se reconcilia com Diego Rivera (de quem se divorciara por causa de sua infidelidade) e se casa novamente com ele. "É muito, muito raro ter uma pintura de Frida Kahlo em um leilão. Ter duas é ainda mais raro", afirmou Garza.