capa

Elza Soares apresenta turnê "Deus é Mulher" em Porto Alegre

Cantora faz show neste sábado no Opinião

Por
Correio do Povo

Elza Soares traz músicas recheadas de mensagens sociopolíticas e de empoderamento feminino

publicidade

A melhor cantora do milênio, como afirmou a rede britânica BBC, Elza Soares faz show neste sábado, 21h, no Opinião (rua osé do Patrocínio, 834), da turnê de “Deus é Mulher”. Seu trabalho vem com composições recheadas de mensagens sociopolíticas e de empoderamento feminino. O repertório abrangerá os melhores momentos do seu trabalho anterior, chamado “A Mulher do Fim do Mundo”, vencedor do Grammy Latino 2016, representado por “Mulher do Fim do Mundo” e “Maria da Vila Matilde”. 

Aos 81 anos (ou 88, ninguém sabe ao certo), no palco, a cantora estará em seu trono, em cenário exuberante que contrapõe tons claros e dourados, apresentando sua figura como entidade feminina que gera a vida, energia, arte, como em um útero materno. 

Há alguns anos, a artista faz shows sentada por causa de problemas na coluna. Com certeza isso é um limitante para ela, mas não um empecilho para que dê o seu melhor ao público: a sua voz, sua empatia e sua força feminina e artística. Como Elza diz “canto sentada mais ainda meto bronca”. E mais do que isso, seu canto e sua interpretação são o que há de melhor na música nacional. 

O repertório do álbum, com 11 canções, incorpora o samba punk paulistano e transita por gêneros, como frevo, rock, pop, bossa nova, rap e eletrônico. Em destaque estão seus arranjos complexos, ruídos e distorções. “Eu acho que, nesse momento, o Brasil merece um disco assim, ousado, sem papas na língua, sem medo de dizer palavrão, de falar o que pensa”, aposta a cantora. 

Os ingressos estão disponíveis no site Sympla ou nos pontos de venda nas lojas Multisom no Shopping Iguatemi (sem taxa de conveniência), Shopping Praia de Belas, Barra Shopping Sul, Lindoia ou nas lojas Verse Andradas (sujeito à cobrança de taxa). Os valores são R$ 160 (inteira), R$ 80 (idosos e estudantes) e R$ 85 (doação de 1kg de alimento não perecível). 

Título de doutora Honoris Causa

Por essa voz que fala o que se cala e pela trajetória pautada pela ousadia, Elza recebe, no domingo, 20h, o título de doutora Honoris Causa concedido pela Ufrgs. Após a entrega, participará do “Coisas Essenciais da Vida”, com o músico José Miguel Wisnik. Eles conversarão sobre arte e música e darão depoimentos sobre o que, para eles, é essencial atualmente. Por fim, ela autografa sua biografia. A sessão está com ingressos esgotados.