“Eminente 34” e “Projeto b” estão na agenda cênica

“Eminente 34” e “Projeto b” estão na agenda cênica

Diego Bittencourt e Rodrigo Bolzan protagonizam espetáculos

Vera Pinto

Performer Diego Bittencourt em "Eminente 34"

publicidade

“Eminente 34” é a performance dramática dançante, concebida e interpretada por Diego Bittencourt, com transmissão ao vivo hoje, a partir das 20h, pelo Instagram @vilaflorespoa. Com acesso gratuito, o espetáculo que une dança contemporânea, teatro e poesia proporciona ao público uma experiência repleta de investigações e transformações pessoais. 

O trabalho solo do artista Diego Bittencourt é resultado de sua pesquisa entre a ação teatral e a dança contemporânea, e tem como ponto de partida a poesia de Leonardo Cohen “How To Speak Poetry”. A performance conduz o espectador através de uma analogia entre a metamorfose de um animal como a borboleta, que pode durar 24h e a sobrevivência humana. O artista se utiliza do espaço do Complexo Cultural Vila Flores para narrar a trajetória de um homem-menino-borboleta, saindo de seu casulo e percorrendo momentos de liberdade, transformação e percepção da sociedade.

“Qual caminho foi o mais difícil para você chegar até aqui? Qual foi seu movimento inicial? De onde veio a força? Como isso foi acontecer sem nenhum preparo pré-mutação? Qual instinto de sobrevivência você tem agora? Até aqui? O sonho começa em qual parte da história? Qual a primeira coisa que você vai fazer quando sair do casulo?”, questiona. O ponto de contato primordial é Diego contar esta sua metamorfose,  que passa a ser coletiva. “Porque é sobre isso que se trata a minha performance dramática dançante: como a transformação individual pode se aliar ao enfrentamento com a sociedade que estabelecemos e como emergir de uma forma positiva a todas possibilidades e amadurecimentos que a trajetória da vida nos surpreende”, afirma o artista. No palco, são abordados temas como liberdade, caráter, trajetória de vida ,metamorfose e sociedade. A pesquisa de “Eminente 34” começou em 2017, quando o espetáculo foi apresentado na Galeria La Photo e logo após seguiu para o Rio de Janeiro, onde Diego fez residência artística do Rampa-Lugar de Criação RJ. 

Às 21h30min, pelo Teatro#emcasacomsesc, promovido pelo Sesc São Paulo, Rodrigo Bolzan apresenta o monólogo “Projeto b”, com transmissão pelo youtube.com/sescsp e instagram.com/sescaovivo. Márcio Abreu assina a dramaturgia e direção da peça, que apresenta um conjunto de diferentes ações, performances, imagens e pensamentos articulados entre si, como proposta no presente. O discurso de um homem a partir de temas como política, igualdade, consumismo exacerbado, ética, e a ânsia por compreender e se comunicar. Novas tentativas, novos planos. O teatro como o lugar de onde saímos, para onde sempre retornamos, e para onde voltaremos, em breve. Onde se pode reprocessar sensibilidades e resgatar os sentidos. O texto foi construído a partir do material criado nos espetáculos “Oxigênio” (2011) e Projeto Brasil” (2015), realizados pela Companhia Brasileira de Teatro, que assina a criação e produção.

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895