Emma Watson esconde cópias autografadas de livro feminista no metrô de Londres

Emma Watson esconde cópias autografadas de livro feminista no metrô de Londres

Atriz e Embaixadora da ONU Mulheres assinou 100 exemplares de obra de Maya Angelou

Correio do Povo

Emma pediu que os passageiros deixassem o livro no metrô para que todos pudessem ler

publicidade

Ler no transporte público é uma atividade bastante tradicional mas que vem perdendo a disputa contra os smartphones. Por isso, a atriz Emma Watson lançou uma ação para promover a leitura e também o feminismo, causa a qual a jovem tem se dedicado. A eterna Hermione de "Harry Potter" escondeu nos vagões do metrô de Londres cópias autografadas do livro "Mom & Me & Mom", de Maya Angelou para que os passageiros pudessem conhecer a obra. “Nós estamos muito empolgados por ter um livro incrível compartilhado por uma pessoa tão inspiradora como, e ansiosos para ver a reação das pessoas", disse uma representante da companhia metroviária da capital inglesa.

Nomeada embaixadora da ONU Mulheres em 2014, a britânica de 26 anos deixou uma nota dentro de cada um dos100 exemplares, pedindo que a população tivesse um "cuidado especial" com o livro e que "quando você terminar de ler, por favor, deixe dentro do vagão para mais alguém encontrar". Na primeira página da publicação, já se lê a dramática frase que marca o tom de todas as páginas seguintes: "a primeira década do século 20 não foi um bom momento pra nascer preta, pobre e mulher em St. Louis, Missouri".

A obra conta a história da mãe de Angelou, morta em 2014, e é a última inscrita no projeto de Emma, "Our Shared Shelf" (Nossa Estante Compartilhada), iniciativa inaugurada na plataforma Goodreads no início do ano e que sugere títulos de publicações feministas e sobre igualdade. “Como parte do meu trabalho como Embaixadora da ONU, eu comecei a ler o máximo de livros e ensaios sobre igualdade que eu consigo obter", disse a ativista no lançamento do grupo que já tem quase 150 mil membros.

Em outubro, ela escreveu uma review sobre "Mom & Me & Mom", afirmando que era um de seus livros favoritos. "Foi o primeiro livro focado na mãe, Vivian Baxter, quem abandonou Angelou quando ela era uma criança e faz um retrato da relação complicada entre elas". A atriz também disse que a Baxter era imperfeita, mas admirável e que teve "uma mãozinha na evolução da filha tanto como mulher negra como também na perspectiva feminista e de independência". 



publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895