Encontro dos Tambores reúne Macaratu Truvão e Turucutá neste sábado
capa

Encontro dos Tambores reúne Macaratu Truvão e Turucutá neste sábado

Noite de shows acontece na quadra da escola Imperadores do Samba a partir das 21h

Por
Correio do Povo

Noite de shows acontece na quadra da escola Imperadores do Samba a partir das 21h

publicidade

Não é de hoje que o Maracatu Truvão e a Turucutá se encontram pra celebrar e tocar seus tambores. Tem sido assim desde que os dois grupos despontavam na cidade anunciando um terreno fértil de encontros, energia e vibração. Hoje jovens, os dois bandões voltam a promover um grande encontro na Imperadores do Samba, dia 14 de setembro, a partir das 21h. O show comemora os 15 anos do Truvão com um grupo irmão, que vem caminhando lado a lado. A discotecagem antes e depois fica por conta de Joelma Terto. Os ingressos custam R$25 adquiridos de forma antecipada no Armazém do Largo e Mister Xis e R$30 no evento.

Com as boas vibrações de sua juventude, o Truvão apresenta os tambores, cantos e danças em músicas autorais, compostas em parceria com artistas de Porto Alegre, como Paulo Romeu e Leleco Telles e André Agostinho, e também canções das nações de maracatu de baque virado de Pernambuco.  Estrela Brilhante do Recife, Porto Rico, Leão Coroado, Estrela Brilhante de Igarassu, e Baque Forte estão no repertório que terá ainda canções de Dona Conceição e Martinha do Coco. Para aprender esta tradição e promover o diálogo desta cultura com a cultura local, seus integrantes mantém contato direto com as Nações de Maracatu pernambucanas, vivenciando o aprendizado tanto no Rio Grande do Sul, em encontros promovidos pelo grupo, quanto em Pernambuco.

A Turucutá, este grupo musical tão diverso e plural formado por profissionais das mais diferentes áreas de atuação, utiliza instrumentos de percussão semelhantes aos de uma bateria de escola de samba, melodicamente acompanhados por vozes, sopros e cordas, em shows energéticos. Seu repertório flutua do samba ao rock, do ijexá ao funk, do makulelê ao afoxé, em shows ecléticos e inclusivos: sambas enredo, Tim Maia, Criolo, axés e ijexás, entre elas, Samba de Arere, Sorriso Aberto, Perfume Dela, Bogotá, Descobridor dos 7 Mares, Magalenha e também seu repertório de autorais.