Evan Rachel Wood diz que Marilyn Manson a estuprou durante filmagens de videoclipe

Evan Rachel Wood diz que Marilyn Manson a estuprou durante filmagens de videoclipe

Estrela da série de televisão "Westworld", fez as acusações no documentário "Phoenix Rising", da HBO

AFP

Atriz Eva Rachel Wood e roqueiro Marilyn Manson

publicidade

A atriz americana Evan Rachel Wood acusou o roqueiro Marilyn Manson de tê-la estuprado diante das câmeras durante uma cena do videoclipe de "Heart-Shaped Glasses", sucesso de 2007 do cantor.

Wood, estrela da série de TV "Westworld", fez a acusação - que Manson nega - no documentário "Phoenix Rising", da HBO, que estreou no festival de cinema de Sundance. "Havíamos discutido uma cena de sexo simulada. Mas uma vez que as câmeras foram ligadas, ele começou a me penetrar de verdade", disse ela. "Eu nunca concordei com isso."

Wood começou a namorar Manson, cujo nome verdadeiro é Brian Warner, em 2006, quando ela tinha 18 anos e ele, 37. "Eu não sabia como me defender e não sabia como dizer não, porque fui condicionada e treinada para nunca responder, apenas para seguir em frente", disse Wood.

"Percebi que a equipe estava muito desconfortável e ninguém sabia o que fazer. Fui forçada a participar de um ato sexual comercial sob falsos pretextos. Fui basicamente estuprada diante das câmeras", afirmou.

De acordo com o documentário, Manson mais tarde pressionou Wood a dizer aos repórteres que não houve sexo real durante a gravação do vídeo.

A mãe de Wood se lembra de ouvir de um membro da equipe que Manson estava dando a Wood licor de absinto "e qualquer outra coisa", e que ela não estava em condições de consentir quando ele saiu do roteiro.

Em comunicado enviado à AFP, o advogado de Manson, Howard King, negou a acusação: "De todas as acusações falsas que Evan Rachel Wood fez sobre Brian Warner, seu relato imaginário da gravação do videoclipe Heart-Shaped Glasses, ocorrida há 15 anos, é a mais descarada e fácil de refutar, porque havia várias testemunhas."

“A cena de sexo simulada exigiu várias horas de filmagem, com várias tomadas, usando diferentes ângulos e longas pausas entre as câmeras. Brian não fez sexo com Evan naquele set, e ela sabe que essa é a verdade", afirmou King.

- Violência doméstica -

Manson já foi acusado por várias mulheres de abuso sexual, entre elas a atriz de "Game of Thrones" Esme Bianco. A polícia de Los Angeles confirmou no ano passado que estavam sendo investigadas acusações de violência doméstica contra o cantor.

Manson, que cultiva uma imagem controversa e um nome artístico que lembra o serial killer Charles Manson, se separou de sua gravadora Loma Vista Recordings e da agência de Hollywood CAA desde que as alegações se tornaram públicas. Mas continua gravando música, e no ano passado participou do álbum "Donda", de Kanye West.

O documentário "Phoenix Rising" mostra os esforços de Wood e outros sobreviventes de abuso sexual para estender o estatuto de limitações desses crimes e dar-lhes mais tempo para buscar justiça após o abuso.

 

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895