Exposição no Margs apresenta surrealismo em fotografias submersas
capa

Exposição no Margs apresenta surrealismo em fotografias submersas

Registros são de autoria de Marcia da Silva

Por
Correio do Povo

Exposição "Leveza Submersa" poderá ser conferida no Margs até 29 de fevereiro


publicidade

A “Leveza Submersa”, de Marcia da Silva, ganha abertura nesta segunda-feira no Bistrô do Margs (Praça da Alfândega, s/n°). A exposição é selecionada pelo 4° Concurso de Fotografias Associação dos Amigos do Margs/Bistrô 2019. A visitação pode ser feita diariamente, até 29 de fevereiro, das 11h às 19h. 

A autora da exposição conta que o tema escolhido surgiu enquanto cursava a faculdade de Fotografia pela Universidade Feevale, na qual projetos autorais eram instigados a cada semestre. “Aproveitei a piscina da universidade para a realização destes ensaios. A piscina possui uma abertura transparente, fazendo com que a submersão da câmera não fosse necessária”, detalha. Para organizar este ensaio, Marcia da Silva utilizou fotografias digitais coloridas, realizadas entre 2016 e 2018, com uma câmera Nikon 3100 e lente 18-55 mm. A pós-produção das imagens foi realizada no Adobe Photoshop.

Natural de Novo Hamburgo, a expositora, além da formação pela Universidade Feevale, atualmente está cursando Design Gráfico. Com sua lente captura imagens surrealistas e possui forte interesse na pós-produção digital. Suas pesquisas desenvolvem-se nos campos da fotografia e da arte. Ela tem participado de exposições locais e nacionais e de diferentes eventos voltados à fotografia no país. 

Esta é a última mostra do concurso fotográfico da AAMARGS, criado em 2015, e que está em sua quarta edição. O concurso promove a escolha de seis projetos por um júri convidado. Nesta edição, os jurados foram os fotógrafos Flávio Wild e Rogério Soares. 


Os selecionados ganharam uma exposição no Bistrô ao longo do ano passado. Além de Marcia da Silva, também mostraram seus trabalhos pelo concurso: Andréa Prates Seligman, Marco Escada da Rosa, Marlene Reinaldo, Mônica Meine e Wilson Mallmann. Em 2019, a associação criou um segundo concurso fotográfico, voltado ao Café do museu, também com a seleção de seis projetos.