Fãs da Disneylândia experimentam "melhor sensação" após aguardada reabertura do parque

Fãs da Disneylândia experimentam "melhor sensação" após aguardada reabertura do parque

As máscaras são obrigatórias, as temperaturas são verificadas antes da entrada e os famosos desfiles e "shows noturnos" da Disneylândia foram suspensos para não gerar aglomerações

AFP

Na reabertura, a Disneylândia só permitirá 25% de sua capacidade total

publicidade

Os fãs da Disneylândia fizeram fila com suas orelhas do Mickey Mouse nesta sexta-feira (30) para a reabertura do parque de diversões na Califórnia, mais de 400 dias depois que a pandemia forçou um fechamento sem precedentes do "Lugar Mais Feliz da Terra".

"É a melhor sensação de todos os tempos!", afirmou Momi, uma mulher na casa dos 40 anos que levou as filhas ao parque perto de Los Angeles.

A Disneylândia - o segundo parque temático mais visitado do mundo - e o vizinho Disney California Adventure Park foram os que fecharam por mais tempo de todos os parques do Mickey Mouse no mundo, diante do forte pico de contaminações por covid-19 no inverno e as duras restrições para evitar novas contaminações.

Mas, agora que a Califórnia tem a menor taxa de infecção per capita dos Estados Unidos, o amplo complexo abriu suas portas nesta sexta-feira para o deleite de muitos de seus devotos mais apaixonados. Os ingressos já estão esgotados para as primeiras sete semanas.

As irmãs Carla e Jasmine, de 23 e 17 anos, que preferiam não revelar o sobrenome, costumavam visitá-lo "quase todos os dias" antes da pandemia.

"Íamos depois da escola, do trabalho ou apenas dar uma caminhada, mesmo que por algumas horas", revelou Carla, enquanto esperava ansiosamente para voltar a frequentar o parque.

Na reabertura, a Disneylândia só permitirá 25% de sua capacidade total e apenas os residentes da Califórnia que fizeram uma reserva podem entrar em grupos restritos a três lares.

As máscaras são obrigatórias, as temperaturas são verificadas antes da entrada e os famosos desfiles e "shows noturnos" da Disneylândia foram suspensos para não gerar aglomerações.

Funcionários vestidos como personagens da Disney não podem mais abraçar os visitantes, mas estiveram presentes nesta sexta-feira para cumprimentá-los de uma distância segura e "aparecer posando no fundo de selfies", de acordo com um comunicado oficial à imprensa.

"Lua de mel"

Um dos hotéis do complexo reabriu na quinta-feira com barreiras protetoras de plástico na recepção e filas de check-in com distanciamento social obrigatório. Os demais hotéis o farão a partir de domingo em uma reabertura escalonada.

O presidente da Disneylândia, Ken Potrock, chamou a reabertura do parque de "algo muito, muito grande", já que o longo fechamento foi usado para fazer algumas "melhorias maravilhosas" nas atrações, como no Desejo Encantado de Branca de Neve, o Carrossel do Rei Arthur e a Mansão Assombrada.

No entanto, algumas atrações permanecem fechadas, como o passeio subaquático Procurando Nemo e o monotrilho do resort.

Para Momi, que busca bater um novo recorde pessoal de subir 50 vezes seguidas no passeio temático do filme "Carros", o parque tem um significado especial.

"Eu vim aqui na minha lua de mel, vim aqui e engravidei bem dentro deste parque", afirmou. "Sempre sentimos que este é o lugar mais feliz para nossa família."


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895