Airton Ortiz lança na Feira do Livro edição especial de “Aventura no Topo da África”
capa

Airton Ortiz lança na Feira do Livro edição especial de “Aventura no Topo da África”

Obra original foi marco na carreira do escritor gaúcho

Por
Adriana Androvandi

Ortiz percorreu diversos locais do continente africano em 1999

publicidade

Em comemoração aos 20 anos da publicação de seu primeiro livro, “Aventura no Topo da África”, o escritor gaúcho Airton Ortiz ganha uma programação especial hoje na Feira do Livro de Porto Alegre. Às 16h30min, o autor faz uma palestra ilustrada sobre a sua expedição ao continente africano, a ser proferida no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223). A seguir, às 17h30min, ele autografa na parte central da Praça da Alfândega. 

O sucesso do lançamento de “Aventura no Topo da África” pela Editora Record, em 1999, foi um marco em sua trajetória profissional. Antes, ele era editor da editora Tchê! “A época da viagem foi um período de transição. Eu estava pensando se deixava de ser editor de livros para me dedicar à escrita. Como o livro deu certo, me tornei um escritor”, explica Ortiz. 

Esta edição comemorativa de “Aventura no Topo da África” é realizada pela Editora Metamorfose e traz nova capa. Entre as 224 páginas, o escritor compartilha suas experiências entre as diversas etnias com as quais teve contato e traz informações geográficas e históricas. Sua rota começou na África do Sul e passou por Suazilândia, Moçambique e Tanzânia, incluindo safáris por parques nacionais.

Páginas de aventura

Mesmo nas dificuldades, como num assalto que sofreu no início da viagem, ele não se deixou tomar pelo pânico e procurou manter o controle da situação. Por um longo trecho de ônibus, passou por terrenos cheios de minas terrestres, onde só se podia ficar na rota estabelecida por segurança.

Outra aventura foi estar perto de animais nativos. O final da viagem se deu com um trekking de subida no monte Kilimanjaro – o ponto mais alto do continente africano, com 5.895 metros de altitude e dez graus negativos. Ortiz comenta que, devido às mudanças de altitude e temperatura, a paisagem vai mudando a cada dia, com fauna e flora muito diversas a cada etapa da escalada, até se chegar ao cume nevado. Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre em 2014, Ortiz continua a carreira de escritor até hoje, sempre com novas aventuras, sem esquecer das antigas.