Fundação Iberê recebe "Spider", escultura de Louise Bourgeois, a partir deste sábado

Fundação Iberê recebe "Spider", escultura de Louise Bourgeois, a partir deste sábado

Obra está em uma série de itinerâncias pelo país promovida pelo Itaú Cultural

Correio do Povo

"Spider" estará exposta até o dia 28 de julho em Porto Alegre

publicidade

A Fundação Iberê Camargo (avenida Padre Cacique, 2000), em Porto Alegre, recebe neste sábado a escultura da francesa Louise Bourgeois, "Spider" (Aranha). Criada em 1996, a obra permaneceu pouco mais de duas décadas em regime de comodato ao lado do Museu de Arte Moderna, em São Paulo, e agora está em uma série de itinerâncias pelo País promovida pelo Itaú Cultural.

Esta "Spider" é a primeira das seis que a escultora produziu a partir de meados da década de 1990 e que estão espalhadas pelo mundo. Feita em bronze, a escultura pesa mais de 700 quilos – 68kg, cada uma das oito patas; 113kg o corpo e 57kg a cabeça.

Na exposição, a obra será exibida ao lado de uma novidade: a gravura "Spider and Snake", também de Louise. A criação é a 15ª das 50 realizadas pela artista em 2003, com uma dimensão de 48,2 x 44,1 cm e pertencente ao acervo do Itaú.

As viagens da "Spider" pelo Brasil também são acompanhadas de um texto do crítico de arte Paulo Herkenhoff e de um vídeo de pouco mais de cinco minutos com relato da também crítica Verônica Stigger. Entre imagens da escultura, Verônica discorre sobre a vida da artista que se entrelaça com esta sua criação. Ela reproduz de Herkenhoff que as aranhas de Louise Bourgeois representam a mãe da artista, sintetizada em dois adjetivos aparentemente paradoxais: frágil e forte.

Com entrada franca, "Spider" estará exposta até o dia 28 de julho em Porto Alegre. O local está aberto para visitação de quarta-feira a domingo, das 14h às 19h.  


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 1 de maio de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895